A Semana



Em Evidência com Edward Mancio

Determinado no trabalho e crescimento profissional, Edward José Mariano Pereira Mancio, 43, é o novo consultor jurídico do jornal A Semana. No seu escritório, localizado no centro da cidade, atua nas áreas Cível e Trabalhista, com foco em advocacia preventiva e consultiva para empresas, em análise e prevenção de riscos. Nasceu ma Capital, na Maternidade Vila Nova Cachoeirinha, porém cresceu do interior, pertinho de Eldorado Paulista, famosa pela Caverna do Diabo: a cidade de Itapeúna. E é de lá que recorda as idas para o sítio com o pai e o avô, este fão das modas de viola. Formou-se em Direito pela Braz Cubas, em 2002, e conta que escolheu a área por causa do pai, que chegou a cursar Direito. “Quis viver o sonho dele em mim, mas logo no primeiro semestre, me apaixonei pela área”, conta.

Edward Mancio | Advogado


Iniciou suas atividades jurídicas durante o curso, realizando estágio inicialmente no escritório Machado Teixeira Advogados Associados, em 1999. Depois, no escritório Olavo D’ Câmara Advogados, permanecendo por seis anos, quando passou a integrar o escritório Perez Advogados Associados, como gestor da carteira de direito imobiliário. Em 2006, retornou para a cidade de Eldorado Paulista e foi autônomo por sete anos, quando voltou para Mogi e atuou em diversos escritórios de advocacia até, em 2019, abrir seu próprio escritório. Edward mora no Jardim Natalie e é pai de quatro filhos: João Vitor, 22, Tábata, 18, Iago, 9, e Lucca, de dois. Com eles, adora brincar, conversar e cozinhar: sobretudo se for o seu Strogonoff de Carne, que eles adoram. Pisciniano, se diz amigo e sonhador, porém muito ansioso. Fora do ambiente do escritório, seu estilo é casual e gosta da dupla calças jeans e tênis. Gosta da cor preta e perfuma-se com Malbec, de O Boticário. Recomenda o livro “Anarquistas, Graças a Deus”, de Zélia Gattai, e o filme “Advogado do Diabo”, com Al Pacino e Keanu Reeves. Sua melhor viagem foi com a família para Paraty e seu grande projeto é a expansão do escritório. Católico devoto de Nossa Senhora Aparecida, o filho de Sérgio Mariano Pereira Mancio, 71, e Maria Alves de Souza Mancio, 68, aprendeu com os pais sobre a importância da união familiar. Para os filhos, faz questão de passar os valores da fraternidade e solidariedade. Sua frase é de Rui Barbosa: “Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado”.

Comente abaixo