A Semana



Vereadores pedem reabertura do PS do Luzia

A Câmara de Mogi aprovou uma moção que pleiteia junto ao Governo do Estado a reabertura direta ao público do Pronto-Socorro do Hospital Estadual Luzia de Pinho Melo, no Mogilar. A iniciativa é da totalidade de vereadores.

Segundo os parlamentares, houve um aumento considerável na procura de pacientes pela rede pública nos últimos anos, tanto por causa da Covid-19 como por conta da demanda represada de outras enfermidades, cujos atendimentos ficaram suspensos em face do período pandêmico.

Recentemente, a diretoria da Santa Casa de Mogi das Cruzes ameaçou não renovar o convênio com a Prefeitura para operar o pronto-atendimento no local. De acordo com a instituição beneficente, o fim do atendimento “porta-aberta” no PS do Hospital Luzia estaria sobrecarregando a filantrópica.

Marcos Furlan (Pode), presidente do Legislativo, comentou o tema. “Poderíamos até fazer moção de repúdio por esse fechamento do Pronto-Socorro do Luzia. Os pacientes ficam vários dias nas UPAs [Unidades de Pronto-Atendimento] por causa da falta de vagas nos hospitais do nosso sistema público. A Santa Casa está sofrendo com a superlotação. Temos que acionar os outros prefeitos, os deputados da Região e pressionar para reabrir o PS do Luzia”.

Otto Rezende (PSD) falou sobre a necessidade de ampliar os leitos de internação dos hospitais públicos de Mogi e Região. “O contrato da Santa Casa foi renovado. O mais importante hoje são os leitos pós-24 horas. É o chamado leito de internação do sistema CROSS. É fundamental expandir esses leitos para receber os pacientes que vêm das UPAs. A população está envelhecendo. Muitos idosos precisam de suporte, mas não necessariamente de um hospital. Precisamos começar a pensar nisso”.

Comente abaixo