A Semana



Fé e devoção são a marca da Festa do Divino

A Festa do Divino Espírito Santo de Mogi, uma das maiores manifestações religiosas e folclóricas do Estado, teve início na quinta (26), com a expectativa de atrair dezenas de devotos nos eventos que voltam a contar com a participação do público.

A 409ª edição da festividade, que tem como tema “Divino Espírito Santo, fazei de mim um instrumento de vossa paz” prossegue até o dia 5 de junho, Dia de Pentecostes. Os festeiros são Ricardo Lima da Costa e Denise Rezende da Silva e os capitães de mastro são Eduardo Ferreira Rego e Milena da Costa Freire Rego.

“Passados esses quase três anos, do início da pandemia, em que fomos forçados a um período de isolamento, e, por consequência, a uma reflexão a respeito de nossas vidas, a nossa esperança é que todos os devotos tenham aproveitado essa oportunidade para aprimorar os seus sensos de cidadania e fraternidade. Por sabermos que a Festa do Divino tem essa característica de poder congregar as pessoas de bem, o nosso desejo é poder reencontrar essas pessoas e usar a festa como um elemento de fortalecer a nossa fé”, destaca o festeiro Ricardo.

A Festa do Divino concentra a sua programação nas atividades religiosas, como a realização das missas da Novena Preparatória, a ser celebrada de 27 de maio a 4 de junho, a partir das 19 horas, na Catedral de Sant´Ana; e as Alvoradas, que retornam com a procissão pela área central, sempre a partir das 5 horas, com saída na frente do Império, na Praça Coronel Almeida. As Alvoradas começam no sábado (28) e vão até o dia 5 com a distribuição do tradicional café, que será oferecido em kit ao fiel, que terá de se organizar em fila para recebê-lo, nos fundos da Catedral de Sant´Ana.

Comente abaixo