Colunas

20 de abril de 2017
 

Fernanda Moreno

Jovem e batalhadora, Fernanda Moreno da Silva, 35, é a única representante feminina na Câmara Municipal. Eleita para o seu primeiro mandato como vereadora, com 1,2 mil votos, ela pretende levantar a bandeira da causa animal e da assistência social aos seus tutores. Além disso, está engajada com ações de conscientização do meio-ambiente e da proteção de animais silvestres e, em maio, pretende iniciar um ciclo de palestras nas escolas da cidade. Mogiana, cresceu no Mogi Moderno, e sua paixão pelos animais vem desde cedo. “Abandonavam gatinhos na minha casa, eu resgatava, cuidava e doava. Castrei o primeiro gato quando tinha 14 anos”, conta. É formada em Gestão em Relações Humanas pela UBC desde 2007 e pretende ainda cursar Direito.

Fernanda Moreno | Vereadora

Aos 15 começou a trabalhar como vendedora em uma loja do shopping e, aos 16, foi para uma loja do Centro. Quando tinha 19 anos, fez um estágio no Senai de Suzano e em 2005 passou em um concurso para o então banco Nossa Caixa. Após a fusão com o Banco do Brasil, em 2010, permaneceu no grupo e passou por várias funções, como caixa, assistente de Pessoa Jurídica, e atendimento, totalizando 12 anos na empresa. Entre 2013 e 2014 também foi assessora parlamentar na Câmara Municipal. Na causa animal, foi voluntária de uma ONG de Mogi por cinco anos e em 2014 fundou o Grupo Fera que levanta a bandeira do ativismo animal e hoje o grupo mantém quase 100 animais. Mora até hoje no Mogi Moderno e a paixão pelos bichos contagiou os seus pais, que a ajudam a cuidar dos 12 cães e 16 gatos da família, além dos animais a quem dá lar temporário. “Os meus pais são muito parceiros e me ajudam a cuidar deles”, elogia. Na cozinha, sua predileção é para as massas. Sempre achou que era aquariana, mas o mapa astral a levou para o signo de Peixes, de quem herdou a sensibilidade, e também as características de Aquário, como a vontade de mudar o mundo. Confessa que se cobra demais e espera muito dos outros. Seu estilo de vestir é básico e não dispensa calças pretas. Gosta da cor verde, se perfuma com Essencial da Natura, adorou ler “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini e gosta de filmes de suspense. Apaixonou-se por Canela e Gramado, no sul,  e seu sonho de consumo é viajar e ter um ônibus para atendimento veterinário. A sua principal meta é fazer uma boa vereança e aprovar projetos eficazes e condizentes com a realidade da cidade. Protestante, a filha de Ilídio Machado da Silva, 74, e Carmen Moreno da Silva, 68, aprendeu com os pais a respeitar os outros e a ajudar o próximo. Na vida, considera que o mais importante é ser útil e se doar. A sua frase: “As pessoas se preocupam demais com o mostrar, eu me preocupo com o saber, conhecer e respeitar”, do pensador ChozoNeto.





 
Veja também
 

 
enapol 2017

Palestra abordará a família contemporânea

Evento contará com a participação da psicanalista e médica Maria do Carmo Dias Batista
por A Semana
 

 
 
IMG_8232

Mário Gallego Neto

Diretor administrativo do Colégio Estrela de Davi
por A Semana
 

 
 
ÍCARO E DIEGO

Edição 996

por Fabíola Pupo
por A Semana
 

 

 
fabiola fique novo

Edição 996

por Fabíola Pupo
por A Semana
 

 
 
caio

Vereador quer vetar empresas ficha-suja em licitações públicas

Caio Cunha quer garantir mais transparência nas contratações
por A Semana
 

 
 
industria

Emprego abre o semestre em alta

Pesquisa do Ciesp aponta geração de 350 postos de trabalho na indústria em julho
por A Semana
 

 

 
cancer

Câncer de cabeça e pescoço: fique atento

Milhares de brasileiros devem ser diagnosticados com a doença até o fim do ano
por A Semana
 

 
 
Cinthia Santos destaca a estrutura da escola

Claretiano abre inscrições em setembro

Instituição é conhecida pela qualidade no ensino a distância
por A Semana
 

 
 
Os sócios-proprietários da Lapiendrus realizaram uma belíssima festa para comemorar os 30 anos da empresa no dia 11, no Espaço Araci em São Paulo. Parabéns!

Edição 996

Confira as fotos da semana
por A Semana