A Semana



Manoel Alves dos Anjos, o prefeito exemplar!

Como dizia Mello Freire em seu livro Histórias da História de Mogi das Cruzes, “há na história de Mogi das Cruzes alguns episódios que merecem e que precisam ser contados e que tais episódios podem servir de exemplo aos mogianos de amanhã.” Vamos a um desses episódios:

Essa data do período entre 1911 a 1914.

Desde fins de 1909 graças ao Dr. Ricardo Vilela, Mogi possuía duas fábricas que aqui se instalaram. A iluminação pública já era feita por lâmpadas elétricas e no mês de março de 1911 foi eleito para o cargo de prefeito o Sr. Manuel Alves dos Anjos, bisavô do meu amigo Cícero Alves dos Anjos que tinha uma padaria ali na esquina da avenida Vol. Fernando Pinheiro Franco com a rua Basílio Batalha lá pelos anos 2002, se não me falha a memória em frente a praça dos Imigrantes.

Manoel Alves dos Anjos era tido como um moço inteligente, esforçado e empreendedor. Planejou e executou obras públicas que abrilhantaram sua administração como prefeito e para tal, usou apenas a quantia de cinquenta e um contos de réis, deixando de emitir o restante, cujos títulos, no total de dezenove contos de réis, ficaram congelados no cofre da municipalidade.

Comprou um carro à sua custa. Ele mesmo como motorista, gasolina do seu próprio bolso e nem um centavo dos cofres da prefeitura. Não aumentou impostos e não admitiu afilhados. Recebia duzentos mil réis por mês da prefeitura que não davam sequer para a gasolina. Quando foi feito o jardim da Praça Oswaldo Cruz, aberta a concorrência, ele aceitou, por ser a mais vantajosa, a proposta de João Dierberger por seis contos de réis. Terminado o serviço o prefeito autorizou o pagamento total do contrato. O jardim foi inaugurado no dia 1 de janeiro de 1913. Mello Freire que era secretário na época foi levar a quantia combinado ao Sr. João, este, declarando que tinha por praxe, conceder nos contratos a quantia de 10%, entregou seiscentos cruzeiros ao Mello Freire para que ele entregasse ao prefeito. E adivinhem o que Manoel Alves dos Anjos fêz??? Determinou que esse dinheiro fosse recolhido aos cofres municipais porque, qualquer redução no preço somente o município é que tinha direito.

O Tte. Manoel Alves dos Anjos nasceu em 8 de agosto de 1875 na cidade do Porto, Portugal e morreu em 4 de maio de 1962.

Foi o prefeito que promulgou o Código de Posturas do município com 256 artigos, um dos primeiros do Estado de São Paulo. Também assinou a lei autorizando o funcionamento do primeiro carro de aluguel da cidade, em dois de maio de 1911.

Assim eram os administradores daquele tempo. Pena que hoje seja tudo ao contrário.

Fontes:

  • Histórias da História de Mogi das Cruzes – Mello Freire – São Paulo – 1958
  • Prefeitos de Mogi das Cruzes 1901 – 2007 – Nivaldo Marangoni – 2007

Comente abaixo