A Semana



Igreja Bom Jesus e São Benedito, duas devoções numa só igreja

A igreja Bom Jesus foi construída entre 1781 e 1805 pela devoção do senhor José de Carvalho Pinto ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos. No século XIX ela ainda era uma capela da Paróquia de Sant’Anna em Mogi e era conhecida como Capela Senhor Bom Jesus. Em 1879, a Irmandade de São Benedito dos Homens Pretos que funcionava na Igreja do Carmo pediu autorização ao bispo de São Paulo, D. Lino Deodato Rodrigues de Carvalho, para transferir a irmandade para a Capela Senhor Bom Jesus. Por isso a igreja Bom Jesus passou a ser conhecida pela maioria da população de Mogi, inclusive eu, como Igreja São Benedito.

Quando a igreja foi construída ainda era nos limites de Mogi. Vejamos: Ao fundo da igreja existia um cemitério que foi abandonado no século XIX quando foi construído o cemitério São Salvador, inaugurado em 1871.

Sua construção foi de taipa de pilão com cobertura de telha canal.

Em 1836, Orlando Tedeschi, pintor nascido em Sorocaba que morava em Mogi, pintou o altar-mor, além dos quadros nas paredes laterais com os milagres de São Benedito e a pintura de Nossa Senhora da Conceição na Cúpula. Tedeschi morreu em Mogi em 1957. O piso é de ladrilho hidráulico, exceto o corredor entre a sacristia e o presbitério, ondem tem placas largas de paralelepípedo.

A devoção ao Senhor Bom Jesus está ligada a uma imagem de Cristo Crucificado que esteve por um bom tempo em um mosteiro de monjas beneditinas em Bouças, Portugal. Essa imagem do século XII ou XIII é uma escultura de madeira oca de mais ou menos dois metros de altura. No século XVI, a imagem foi transferida para Matosinhos. Assim, a imagem que era conhecida como Senhor Bom Jesus de Bouças passou a ser conhecida como Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

Quanto a São Benedito, que era italiano e era chamado de São Benedito, o negro passou a adolescência em São Fratello na Sicília onde nasceu. Em 1562 ele foi recebido como irmão leigo no Convento de Santa Maria de Jesus em Palermo. Mais tarde foi escolhido como superior do convento. Depois vigário. Morreu em 1589. Foi beatificado pelo Papa Bento XIV em 1743 e canonizado pelo Papa Pio VII em 1907.

Fontes

  • Livro Senhor Bom Jesus e São Benedito: duas devoções, uma igreja – Maria Angélica Franco Moreira com organização do Pe. Claudio Antonio Delfino – 2014

Comente abaixo