Vencimento do IPTU vai para março

Publicado em 09 06:09:45/02/2018

     

Contribuintes do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de Mogi devem aguardar até a segunda quinzena de fevereiro a emissão de um novo boleto para pagamento do tributo de 2018, com valor atualizado. O limite para reajuste será de 10% em relação a 2017 para os imóveis que tiveram uma valorização acima deste percentual após a revisão da Planta Genérica, feita no ano passado. O novo valor foi aprovado na Câmara de vereadores, sob forte protesto dos mogianos presentes, que pediam reajuste no valor da inflação. A data de vencimento da primeira parcela ou da parcela única será adiada para o início de março. A previsão é de que a emissão da segunda via seja liberada até o fim da próxima semana, já com os novos valores e datas para pagamento. Explicação “Recebemos muitos pedidos da população para que houvesse um novo limitador. Somos sensíveis a esta questão, pois sabemos da crise pela qual o País está passando e decidimos estabelecer o limitador em 10%”, afirma o prefeito Marcus Melo. O índice de 60% não era um reajuste do IPTU, mas um limitador para os imóveis que tiveram uma valorização acima deste percentual após a revisão da Planta Genérica. Por exemplo: uma residência cujo valor venal era de R$ 100 mil pagava R$ 1 mil de IPTU (a alíquota é de 1% do valor venal). Se após a revisão da Planta Genérica este imóvel passou a ter um valor venal de R$ 200 mil, o imposto não seria de R$ 2 mil, mas de R$ 1,6 mil, devido ao limitador de 60%. A diferença seria cobrada em 2019. Anistia O limitador de 10% vale apenas para os imóveis que estão em situação regular. Para os contribuintes que construíram ou ampliaram seus imóveis sem a devida comunicação/regularização na Prefeitura, a diferença será cobrada a partir do mês de maio. O prefeito Marcus Melo ressalta que a Prefeitura de Mogi oferece a essas pessoas a possibilidade de regularização de obras de ampliação já concluídas ou em fase de cobertura, por meio da Lei de Anistia, que entrou em vigor em 1º de fevereiro e tem prazo de validade de 90 dias. A partir dessa data, começarão a ser emitidos os carnês complementares.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados