Suzano e Fibria: agora é realidade

Publicado em 22 19:29:33/03/2018

     

Com a conclusão da combinação dos ativos e bases acionárias da Suzano e da Fibria Celulose S.A, a Suzano será a maior empresa brasileira do agronegócio e a 5ª maior companhia não financeira do Brasil. “Estamos transformando em realidade o sonho de criar uma empresa que será um orgulho para o Brasil em um setor que o País já é um orgulho: o agronegócio”, diz o CEO da Suzano, Walter Schalka, Presidente da Suzano Papel e Celulose. “A gente planta, colhe, produz e transforma a celulose, uma matéria-prima renovável que é a base de produtos que fazem parte da vida das pessoas em todo o mundo”. A companhia resultante dessa união terá 37 mil colaboradores (diretos e terceiros), com ativos estrategicamente posicionados no Brasil e no mundo. Com11 unidades industriais e capacidade de produção anual de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e de 1,4 milhão de toneladas de papel, com volumes anuais de exportação de cerca de R$ 18 bilhões e investimentos anuais previstos para 2018 de aproximadamente R$ 6,4 bilhões. Seu custo caixa estará entre os mais baixos do mundo no setor, solidificando sua eficiência e ampliando sua competitividade no mercado internacional, disputado por mais de 50 players. “Estamos anunciando uma transação equilibrada e que reafirma a nossa estratégia de negócios”, explica Schalka. O compromisso firmado entre os controladores da Suzano e da Fibria estipula que uma ação da Fibria receberá R$ 52,50 por ação, corrigidos pelo CDI desde esta data até a liquidação financeira da operação, além de 0,4611 ação da Suzano, ajustadas conforme os documentos da operação. Com o anúncio, a Suzano reforça seu compromisso com os mais altos níveis de Governança Corporativa, com bases ainda mais sólidas de transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados