Só dois em cada dez nódulos são malignos

Publicado em 12 06:12:11/04/2013

     

Muitas mulheres perdem o controle diante de um laudo que aponta a presença de um nódulo na mama. De acordo com a American Cancer Society, a boa notícia é que cerca de 80% das alterações submetidas à biópsia por agulha (mamotomia) são consideradas benignas. Guiada por ultrassom ou estereotaxia (mamografia), a biópsia percutânea resulta na remoção de uma amostra do tecido para que seja realizado um exame histológico, que apontará se as alterações celulares são benignas ou malignas.

Segundo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), no ano passado, em cada grupo de 100 mil mulheres, 52 foram diagnosticadas com câncer de mama. Nas regiões Sudeste e Sul a incidência da doença foi maior: 69 e 65 em cada 100 mil, respectivamente. Na opinião de especialistas na área, o rastreamento mamográfico deve começar aos 40 anos. Entretanto, é importante estar sempre alerta porque há mulheres que notam o aparecimento de um nódulo no seio antes disso.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados