Pagar para se aposentar

Publicado em 01 05:39:39/12/2017

     

Está cada vez mais difícil viver no Brasil. Não basta a insegurança com que precisamos conviver no dia a dia, sem saber se vamos chegar sãos e salvos em casa no final do dia. Não basta não termos emprego e precisarmos fazer contas e mais contas todo mês para poder levar comida para a mesa da nossa família. Não temos saúde de qualidade, a educação deixa a desejar e a crise política e econômica que o Brasil atravessa só traz desânimo e descrença em um futuro melhor. Para os caras fortes lá de Brasília, não bastam os altos juros e impostos. Parece que eles querem mesmo é mexer no nosso bolso até que a gente vá para debaixo da terra, depois de anos e anos contribuindo para uma aposentadoria que pode nem vir a chegar. A bola da vez segue sendo a reforma da Previdência, que deve ser votada em breve pelo Congresso Nacional. E, para garantir a aprovação do projeto, o presidente da Câmara Rodrigo Maia está segurando a votação, porque, segundo o próprio, “falta muito voto” para aprovar a reforma. Sabemos que o País está quebrado. As notícias não são nada animadoras. Mas por que somos nós apenas que pagamos o pato? Por que é apenas o trabalhador que sofre as consequências de uma má gestão estendida por décadas, que levou o Brasil para o buraco? Por que é o brasileiro comum que terá de contribuir por 49 anos para receber 100% e ter uma velhice digna – isso se conseguir pagar todas as despesas? E como se não pudesse piorar, o trabalhador que recebe abaixo do salário mínimo terá que arcar com uma parte do pagamento ao INSS, ou aquele mês não entrará na conta do tempo de contribuição para a aposentadoria. Por que ninguém cogita em mexer nos altos salários dos nossos governantes ou dos juízes que enchem o bolso de dinheiro – muito dinheiro – e pouco ou nada fazem para tirar o Brasil do rombo orçamentário? Pelo contrário, eles só pioram tudo. Só ouvimos falar de crise, de apertar o cinto, de austeridade. Sim, é preciso que haja mudanças para que o Brasil volte a ser grande. Mas quando é que vão mexer no bolso dos ricos e poderosos? Fica a dúvida. Enquanto isso, os ricos e poderosos lá de Brasília seguem negociando os seus votos por muito, muito dinheiro. E o seu bolso, caro leitor, está vazio?   CHARGE DA SEMANA






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados