Mogi tem queda na inadimplência no primeiro trimestre

Publicado em 12 17:05:35/04/2013

     

Dívidas diminuíram 14,67% entre janeiro e março deste ano, aponta Associação Comercial

[caption id="attachment_7614" align="aligncenter" width="600"] Mogi tem queda na inadimplência no primeiro trimestre[/caption]

O comércio mogiano fechou o primeiro trimestre de 2013 com redução nos índices de inadimplência, de acordo com estatísticas da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) divulgadas na segunda-feira (8). Os números mostram uma redução de 14,67% nas inclusões de dívidas no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) entre 1º de janeiro e 31 de março de 2013 se comparado ao mesmo período de 2012.

“É normal que, nos primeiros meses, exista uma alta na inadimplência mas, felizmente, não é isso que registramos na cidade. Pelo contrário, tivemos uma redução nos indicadores e isso significa que os consumidores, em sua maioria, estão mais conscientes com relação aos gastos, comprando o que realmente poderão pagar”, avalia Marco Zatsuga, diretor do SCPC e vice-presidente da ACMC. 

Os dados do SCPC indicam que Mogi fechou o primeiro trimestre de 2013 com um total de 24.715 pessoas inscritas na lista da inadimplência. O volume de dívidas, por sua vez, é de 33 mil (a diferença existe porque um mesmo consumidor pode ter mais de uma dívida). Desse total de débitos registrados, 3.420 correspondem a cheques sem fundos. As dívidas, no caso, ficam ativas por um período de cinco anos.

E embora o primeiro trimestre tenha fechado com um recuo nos casos de inadimplência, o SCPC também registrou uma queda nas exclusões nos três primeiros meses do ano. Enquanto em 2012 um total de 3.525 débitos foi excluído do cadastro, neste ano esse número foi de 2.495. Ou seja, uma redução de 29% nas dívidas quitadas.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados