Mogi das Cruzes/Helbor recebe crianças de instituição de Itaquá em treino no Hugão

Publicado em 11 15:02:57/12/2017

     

Dez crianças e adolescentes da Casa da Criança Zenaide de Souza Lima, de Itaquaquecetuba, assistiram ao treino do Mogi das Cruzes/Helbor na manhã desta segunda-feira no Ginásio Hugo Ramos. A visita tinha um propósito especial. Um dos jovens, o Márcio, recebeu dois pares de tênis, roupas e uma mochila dos jogadores. Como foi o único que não recebeu presentes na festa de Dia das Crianças da instituição, por conta da sua estatura e medidas não houve doações que se adequassem a ele. Além dos presentes para o jovem, a equipe ainda presenteou a Casa da Criança com uma camisa autografada para que a instituição possa fazer uma ação e arrecadar dinheiro para os projetos. Os pequenos tiraram fotos, pegaram autógrafos e conversaram com os jogadores antes de começar o treino. “Antes de vir, eu reuni a turminha e mostrei o time, falei um pouco do basquete, da importância que ele tem na região e eles ficaram ansiosos. Inicialmente, eles achavam que iriam jogar. Daí eu falei que a gente havia recebido um convite para vir, mas no caminho de Itaquá para cá eles ficavam me perguntando quem estaria, o que eles iriam fazer. A experiência para eles foi muito boa e eles gostaram muito”, destaca a psicóloga da Casa da Criança, Roseli Babinsky. O ala Guilherme Filipin foi o responsável por mobilizar as doações no grupo. Ele ressalta a importância de fazer este tipo de ação não só em datas específicas. “A gente que já é ‘grande’ desde ‘pequeno’ sabe como é difícil achar tênis e roupas em tamanhos maiores. Só encontra em lugares específicos e, às vezes, é até mais caro. É uma coisa que não custa para a gente, porque temos condições e a maioria recebe material mensal de empresas esportivas. Então, juntamos e conseguimos algumas coisas. É uma campanha que não pode se fazer só na época do frio, de Natal. Vamos tentar fazer sempre, mensal ou de forma rotineira e não ficar preso só a datas festivas ou específicas.” Já o técnico Guerrinha adverte que o objetivo de um time de basquete deve ir além da quadra e das competições. “A gente constrói uma equipe não só na parte técnica e tática, mas principalmente na parte social, sendo espelho para as crianças. Acho que isso é o grande objetivo das equipes, principalmente aqui em Mogi. Isso ficou muito claro quando eu cheguei. Que ser campeão era importante para colocar a cerejinha no bolo, mas o bolo é esse trabalho social nosso. De a gente ir na comunidade e a comunidade vir até a gente, de estarmos ligados a essas ações sociais importantes e pontuais. É um prazer muito grande. O time é muito comprometido com esse trabalho que a gente faz.” COMO AJUDAR A Casa da Criança Zenaide de Souza Lima recebe todos os tipos de doações. A instituição tem cerca de 20 crianças e adolescentes abrigadas. Também é possível fazer o apadrinhamento afetivo com adolescentes acima de 13 anos. Mais informações pelo telefone 4642-7251, casazenaide@hotmail.com e pelo site casadacriancaitaqua.org.br.  






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados