Médicos são ouvidos por comissão

Publicado em 05 02:21:24/04/2013

     

Socorristas são suspeitos de envolvimento em fraude em Ferraz [caption id="attachment_7109" align="aligncenter" width="600"] Caso do Samu de Ferraz está sendo investigado a pedido do prefeito Acir Filló[/caption]

Três dos sete médicos suspeitos de participar da fraude no ponto eletrônico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ferraz foram ouvidos nesta quarta-feira (3) pela comissão responsável pelo Processo Administrativo Disciplinar (PAD) aberto pela prefeitura para apurar o caso. Acir Filló (PSDB) determinou a realização de uma investigação interna, que culminou no flagrante da médica Thauane Nunes Ferreira usando simulacros de silicone para validar o relógio de ponto para os colegas. Foram ouvidos Rodrigo Gil de Castro Jorge, Jorge Cury, ex-coordenador do Samu e acusado de chefiar o “esquema”, e Thauane.

A filha do ex-coordenador do sistema, Aline Monteiro Cury, e Felipe de Moraes também foram notificados há mais de uma semana para serem ouvidos pela comissão. No entanto, seus advogados solicitaram redesignação, ou seja, o adiamento dos depoimentos.

Segundo o procurador Gabriel Oliveira, que preside o grupo, quando as declarações de todos os médicos suspeitos de participar da fraude do Samu forem colhidas, as mesmas serão confrontadas com as informações documentais já levantadas. Caso seja constatado durante a análise que há elementos que ferem o estatuto e demais leis municipais, haverá indiciamento formal.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados