Luiz Maritan

Publicado em 12 18:25:32/04/2013

     

A arte de escrever começou como um hobby sem pretensões e foi tomando conta da rotina de Luiz Gustavo Maritan de Azevedo Marques, 35, que está lançado seu segundo livro, “Bandeira Dois”. Mogiano nascido na maternidade Mãe Pobre, cresceu no bairro do Socorro, e recorda dos treinos de vôlei com o professor Geraldo na escola “Camilo”. Mais tarde mudou-se para Bauru, onde se formaou em Comunicação Social, pela Unesp. Ele conta que sempre gostou de escrever e o fazia ao chegar em casa, para aliviar o estresse do dia. Em 2000, com um pseudônimo escrevia crônicas para o blog “Escambau”. “Eu peguei meus dois últimos nomes e inverti, ficou Marquês de Azevedo... um nobre”, diverte-se. Um ano depois já estava assinando suas crônicas com seu próprio nome. Selecionou 40 delas e em 2007 publicou seu primeiro livro “Gente como a Gente”. Seu segundo trabalho, no gênero suspense, conta a história de taxista encontrado morto, com o punho cortado e o relógio em uma das mãos, e uma colega investiga o caso.

Luiz Maritan | Jornalista e Escritor

Ainda na faculdade, desenvolveu com outros colegas uma assessoria de imprensa para duas entidades de comerciantes de Bauru, porém seu primeiro emprego foi, aos 22 anos, como free-lance de finais de semanas do jornal esportivo Diário Lance!, onde cobria jogos de times do interior do estado. Também na editoria de Esportes, foi repórter setorista do Palmeiras, do São Paulo Trabalhou ainda no jornal Agora e no portal Terra, na internet. Em julho de 2005 foi para a prefeitura de Mogi, onde atende a todas as secretarias. Maritan é solteiro, mora no bairro Nova Mogilar. Família pequena, somente ele e a mãe, conta que é muito presente na sua vida e a visita todos os dias em sua casa, no Socorro. “Almoço todos os dias com ela e, sempre que viajo, ela vai junto”, afirma. Na cozinha, seu Ravióli ao Molho de Limão é bem elogiado. Leonino organizado, amigo e bom ouvinte, gostaria de ser menos crítico consigo mesmo. Seu estilo é esportivo, gosta da cor azul, de perfumar-se com 212 Men Carolina Herrera e em seu armário a peça-chave é a calça jeans. Gostou do filme Um Sonho de Liberdade e está lendo Menina - Mitacuña, de Paulo Stucchi. Suas paixões são andar de bicicleta, ler e dirigir. Aprecia muito das praias de Natal-RN, conhece alguns países latinos e europeus, mas impressionou-se com a modernidade aliada à tradição expressa em Barcelona, na Espanha. “É diferente de tudo... o jornalismo é forte, o esporte é forte, a cidade tem um pulsar diferente”, explica. Seu sonho de consumo é um sítio em Sabaúna para realizar o projeto de viver da literatura. Espírita, o filho único de Vania Aparecida Maritan, 65, e do saudoso Oscavo Henrique Santos de Azevedo, de sua educação achou importante ser apoiado a ter liberdade para tomar suas próprias decisões.  Acredita que se cada um fizer sua parte, e cumprir com suas obrigações, o mundo será melhor. A frase preferida, “A vida é feita de tentativas, erros e acertos, então não desista de seus sonhos”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados