Fernando Muniz

Publicado em 29 11:51:23/03/2013

     

Capacidade de agregar pessoas, cultivar amizades e ser líder são características de Fernando Siqueira Muniz, 25. Concorrente à vaga de prefeito de Mogi disputada com o veterano Marco Bertaiolli, soube mostrar sua vocação política parabenizando a reeleição do nosso chefe do executivo e assim, espontaneamente, atraiu sua atenção. Tanto que a convite do próprio Bertaiolli, poderá dar sua contribuição para a solução de problemas da população como chefe de divisão na Coordenadoria de Habitação na Prefeitura Municipal, cargo que assumiu no início de março. Mogiano, nasceu na maternidade Mãe Pobre e cresceu no Jardim Santista. Lembra que, com os amigos, fazia da rua Antonio Meyer uma quadra de futebol, com marcações pintadas nos paralelepípedos. Escolheu ser advogado e graduou-se em 2011 em Direito pela UBC, ano em que se filiou ao PPS-Partido Popular e também se lançou à candidatura a prefeito de Mogi.

Fernando Muniz | Advogado

Começou a trabalhar aos 16 anos. Foi operador de telemarketing e, como bartender, passou pelas extintas casas noturnas Deep, Castello, Red Pub e Sevilla. Na faculdade, com 19 anos, começou a estagiar em escritórios de advocacia na Capital, para onde logo se mudou. Com o objetivo de ser vereador, filiou-se ao PPS. Indicado pelo presidente do partido Delmiro Goveia, concorreu à vaga de prefeito de Mogi e agora é chefe de divisão da Coordenadoria de Habitação. Voltou a morar no Jardim Santista com os pais, o irmão Daniel e a sobrinha Emilly. Gosta de se reunir com a família e amigos em um bom churrasco e, na cozinha, de preparar Moqueca de Cação. Leonino, considera-se uma pessoa agregadora e de fácil convívio. Sua noiva, a advogada paulistana Gabriela diz que ele gosta de ser o centro das atenções. “Ela diz que às vezes sou político ao extremo, até com as pessoas que eu não preciso ser”, diverte-se. A corrida é a atividade física preferida e, apesar de dizer que não toca bem, entre amigos, dedilha o violão. Seu estilo é social, gosta da cor azul e do perfume Versace masculino. Indica o livro “O vendedor de sonhos”, de Augusto Cury, e o filme Pulp Fiction. Apreciou muito conhecer Buenos Aires, na Argentina, e no Brasil, a melhor viagem foi ao Rio de Janeiro, com sua beleza natural, samba de raiz e deliciosos quitutes, a base de frutos do mar. Seu sonho de consumo é uma fazenda e, entre seus projetos, estão casar com Gabriela e continuar e se manter firme na carreira política, não necessariamente nesta ordem. Evangélico, o filho de Margareth Cecília, 61, e José Antônio de Souza, 61, aprendeu com os pais a sempre respeitar as pessoas e a se tornar independente. Fernando também ressalta que também é importante na vida manter a humildade e cuidar de si para estar sempre bem de saúde. Finaliza com a frase “Um barco está sempre seguro no porto, mas não foi para isso que ele foi construído”, e completa: “ela representa muito a mais recente fase da minha vida”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados