Destruição do patrimônio público

Publicado em 22 08:00:16/03/2013

     

É bastante comum encontrarmos pela nossa cidade vários exemplos de vandalismo: muros pichados, bancos e postes quebrados, lixeiras destruídas, etc. São atos de pura deliquência, que não só destroem a imagem da cidade, como também colocam em risco futuros atos de investimento no patrimônio público e serviços urbanos, como manutenção de praças ou instalação de mais lixeiras pelas ruas do município.

Nesta semana, o Mogi Skate Park – considerado um dos melhores do País – foi vítima destes atos irresponsáveis, com o furto de cabos e fios de energia elétrica furtados, comprometendo a utilização do equipamento no período noturno. Já o Parque Botyra Camorim Gatti teve um vaso sanitário do banheiro masculino arrancado, o encanamento da água estourado e o vestiário feminino invadido e depredado. Uma pena para uma cidade que sofre de carência de espaços de lazer se deparar com este tipo de situações.

Vandalismo sempre houve e sempre haverá. A desocupação desses criminosos, no entanto, precisa ser levada a sério não só pela prefeitura, como pela polícia e pela própria população. É necessário criar urgentemente medidas de punição e correção contra quem depreda patrimônio público. Na entrada da cidade, no Torii (que está sendo retirado pela prefeitura) está a mensagem “Mogi: uma cidade monitorada por câmeras”. Então, que de fato assim seja. Que as câmeras de monitoramento realmente flagrem estes atos e punam os responsáveis por destruir o que é de todos. Que quem picha paredes, seja obrigado a pintar de novo os muros que sofreram com a sua “obra de arte”. Que quem quebra bancos, postes ou lixeiras seja condenado a participar da fabricação desses objetos e da sua posterior instalação. Que quem rouba furtos e cabos elétricos, como o que aconteceu na pista de skate e no início do ano em, pelo menos, duas estações de tratamento do Semae, seja punido exemplarmente e condenado a cumprir serviços comunitários. Chegou a hora de vândalo marginal pagar pelos seus atos.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados