Cadastros serão analisados para inibir atos de vandalismo

Publicado em 05 16:38:36/04/2013

     

[caption id="attachment_7213" align="aligncenter" width="600"] No dia 30, câmeras de monitoramento flagraram pichação na passagem subterrânea Engº Oswaldo Crespo de Abreu[/caption]

s Secretarias Municipais de Segurança e de Esporte e Lazer iniciaram esta semana um trabalho conjunto para inibir a prática de vandalismo em Mogi. A ação fará um cruzamento de dados das pessoas flagradas praticando atos de vandalismo com as inscrições para utilização de espaços municipais. Os vândalos identificados pelo terão seus cadastros suspensos. Serão analisadas as listagens disponíveis em equipamentos como os Centros Esportivos, o Mogi Skate Park e a Praça da Juventude. 

“A cidade é um patrimônio de todos e a população deve ter o sentimento de cuidar do que é dela. É uma pequena parcela que pratica atos de vandalismo, mas, infelizmente, este comportamento acaba prejudicando a todos”, afirmou o prefeito Bertaiolli. No último sábado (30), graças a uma denúncia, dois rapazes foram flagrados pichando a estrutura da passagem subterrânea Engenheiro Oswaldo Crespo de Abreu, no Centro Cívico. A ação foi monitorada pelas câmeras da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) e os responsáveis foram encaminhados para o 1º Distrito Policial.

Além de responder pelo crime de dano ao patrimônio, as pessoas que são flagradas em pichando também recebem multa de R$ 6.108,50. Em caso de a pessoa flagrada ser menor de idade, a autuação é feita para o pai ou responsável. Somente neste ano, a Prefeitura flagrou 10 pessoas cometendo estes atos. Desde 2009, o número é de 56 pichadores.

A população, ao flagrar estes atos pode denunciar o fato para a Polícia Militar, pelo telefone 190, ou para a Ciemp, pelo 0800 770 1566.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados