Câncer da próstata mata a cada 38 minutos

Publicado em 01/11/2019

     

O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Depois da Campanha do Outubro Mais Rosa, a Secretaria da Saúde de Mogi inicia neste mês a ação Novembro Mais Azul. Para os homens, os postos de saúde e unidades do Programa Saúde da Família (PSF) estarão promovendo rodas de conversa em salas de espera com informação e orientação sobre câncer de próstata e outras doenças como diabetes, hipertensão e ansiedade, que são comuns entre o público masculino.

Homens de 45 a 70 anos que não estejam em tratamento com urologista nem tenham realizado esse procedimento diagnóstico nos últimos doze meses poderão realizar exames de PSA (exame de sangue). Os interessados devem procurar a unidade próxima de sua residência para obter as orientações necessárias.

 

Prevenção e tratamento

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). O PSA é uma substância produzida pelas células da glândula prostática, encontrado principalmente no sêmen, mas também no sangue. A maioria dos homens saudáveis têm níveis menores de 4 ng/ml de sangue. A chance de um homem desenvolver câncer de próstata aumenta proporcionalmente com o aumento do nível do PSA.

 Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados