Passe livre é tema para candidatos

Publicado em 16/10/2020

     

A gratuidade no transporte público municipal para estudantes e idosos a partir dos 60 anos é um tema recorrente na sociedade e é o questionamento desta semana para os candidatos à Prefeitura de Mogi das Cruzes na coluna “O eleitor quer saber”. Quer participar? Envie sua pergunta para o email editor@asemana.com.br.

 

Clayton Almeida, balconista de farmácia, Mogilar

“Gostaria de saber se os candidatos pretendem implantar o Passe Livre Escolar e diminuir a gratuidade nos ônibus para 60 anos”.

 

Felipe Lintz

“Pretendo sim. Mas para isso precisamos saber se temos caixa para cumprir com este compromisso. Apoio totalmente a proposta de redução de idade para obtenção da gratuidade e o passe livre para estudantes. Mas repito: é preciso verificarmos se teremos dinheiro para isso. Algo que só iremos saber chegando na prefeitura e tendo acesso ao orçamento”.

 

Caio Cunha

A implantação de Passe Livre Escolar é uma ideia que colocamos em nossa lista de propostas a serem estudadas. Mas que antes de ser implementada precisa ser debatida com toda a sociedade, de maneira pública e coletiva. Até porque isso afeta toda a composição de custos do transporte público. O mesmo faremos com a redução para 60 anos, que consideramos justa, mas que necessita de mudanças jurídicas para ser viabilizada”.

 

Michael Della Torre Neto

“Em meu plano de governo existe o programa Puro Ar, que consiste em concorrência com outras empresas para o transporte público da cidade, priorizando o baixo custo da passagem, para facilitar quem utiliza transporte público, sobretudo os alunos que precisam se deslocar diariamente para as aulas, isto quando ainda fazem cursos extracurriculares, o que gera uma despesa ainda maior para estes estudantes. Já quanto aos idosos é uma realidade que traremos ao contemplar o estatuto do idoso.”

 

Fred Costa

“Governaremos com o povo e para o povo. O passe livre para estudantes e a gratuidade nos ônibus para idosos a partir dos 60 anos são nossas prioridades e se tornarão realidade. Criaremos o bilhete único, bem como trabalharemos para a melhoria do transporte público, com implantação de wifi, ar condicionado e  piso rebaixado nos ônibus, bem como para diminuir o tempo de espera nos pontos, que passarão a ter cobertura”.

 

Rodrigo Valverde

"Em nosso plano de governo, essas são questões fundamentais e estão bem expressas: Faremos uma auditoria dos contratos das empresas que prestam serviços de transporte, bem como um estudo de demanda. Vamos dialogar para garantir a alteração da Lei Orgânica do Município no quesito de redução para gratuidade aos 60 anos. E os estudantes que hoje pagam metade do valor da tarifa, em nossa gestão, passarão a ter gratuidade total."

 

Miguel Bombeiro

“No nosso plano de governo, idosos acima de 60 anos terão passe livre, que é o que já acontece em outras cidades. Desempregados também terão direito ao benefício. Além disso, vamos lutar para que alunos de cursos livres e técnicos possam se cadastrar no Passe Escolar, que permite que o aluno pague apenas 50% do valor da passagem. Hoje o sistema só permite isso para estudantes de cursos com duração acima de um ano.”

 

Marcus Melo

“Hoje, mais de 48 mil passageiros transportados diariamente pelos ônibus de Mogi das Cruzes possuem algum tipo de gratuidade, o que corresponde a quase 35% dos usuários do sistema. Ampliar a gratuidade exigiria do município que parte dos recursos hoje destinados à educação, saúde e outros setores, fosse direcionado para manter o equilíbrio econômico e financeiro da tarifa. Por isso, defendo que a ampliação no número de passageiros com gratuidade deve passar por um minucioso estudo técnico e, principalmente, por uma ampla discussão com toda a sociedade”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados