Bertaiolli se reúne com vice-governador e pede a extinção da proposta de pedágio na Mogi-Dutra

Publicado em 02/03/2020

     

O deputado federal Marco Bertaiolli esteve nesta segunda-feira (02/03/2020) numa audiência com o vice-governador Rodrigo Garcia para, novamente, se posicionar contrário à implantação de um pedágio na Rodovia Mogi-Dutra. Segundo o deputado, a Artesp já foi comunicada oficialmente da “inviabilidade” desse projeto pelo próprio vice-governador, que se mostrou sensível à causa dos mogianos e de todo o Alto Tietê. 
"O vice-governador nos garantiu que a Artesp foi informada desta posição”, destaca o parlamentar, acrescentando que desde outubro do ano passado, toda a cidade vem se mobilizando para impedir a implantação de um pedágio na altura do km 47 da rodovia. Durante a audiência, o parlamentar entregou um ofício e um dossiê onde apresenta dados e informações sobre os prejuízos econômicos e viárias que a instalação de um equipamento deste porte irá causar na economia de Mogi das Cruzes e de todo o Alto Tietê. 
Segundo o deputado, o vice-governador garantiu que a Artesp já foi comunicada da inviabilidade desse projeto, que vem sendo repudiado por toda a cidade. “Esta posição é muita clara e o vice-governador está com todas as informações necessárias”, salientou Bertaiolli, acrescentando que a Artesp - Agência de Transporte do Estado de São Paulo é um órgão que possui uma administração eletiva independente do Governo do Estado, mas que tem sua pasta subordinada ao vice-governador. “Por isso, nossos entendimento com o Rodrigo Garcia, que conhece bem a nossa região e tenho certeza está sensível à nossa posição”.
A proposta para a implantação de um pedágio na Mogi-Dutra foi feita pela Artesp em outubro passado. Desde essa apresentação, Bertaiolli vem se posicionando contra e acredita que esse projeto é “esdrúxulo” e não tem como vingar. “Mas nem por isso vamos dormir em berço esplendido”, diz o deputado, que em novembro passado, realizou uma reunião com entidades, associações de classe e representantes dos moradores na Câmara Municipal. Ao final, foi feita uma Carta Aberta endereçada ao governador João Doria e protocolada na Casa Civil. 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados