Vale tudo pela eleição?

Publicado em 17/01/2020

     

A informação nunca foi tão democratizada como é nos dias de hoje. Numa era em que a maioria das pessoas tem perfis nas redes sociais, quase todo mundo tem um acesso muito rápido a notícias. Só que, em pleno ano de eleições, o vale-tudo pela vaga tão esperada tem causado discórdias e trazido muitas fake news para as redes sociais. Páginas suspeitas, que funcionam apenas em busca de visualizações,  não medem esforços quando o assunto é criar polêmica. Claro que temas controversos sempre fizeram parte dos noticiários. São eles, aliás, que mais ganham a popularidade dos leitores e telespectadores. Mas e quando as notícias compartilhadas são tudo menos verdade?

Isso acontece, porque, hoje, muitas pessoas têm acesso às redes sociais e podem escrever o que quiserem e compartilhar qualquer tipo de informação – verdadeira ou não. Isso vale, inclusive, para muitos pré-candidatos que se formam em cima de polêmicas para tentar vender uma imagem daquilo que eles, definitivamente, não são: os salvadores da pátria. 

Sabemos que as pessoas pedem renovação nos poderes públicos. Mas é preciso ter muita atenção. Desconfie de quem se envolve em “bafafás” sem apresentar soluções. Mogi não precisa que ninguém apenas aponte os dedos para os erros de administração, mas sim de alguém que realmente se proponha a trabalhar. 

Outra questão que os eleitores devem prestar atenção é àqueles personagens arroz-de-festa: estão em tudo o que é inauguração ou anúncio importante para depois virem falar “nós fizemos”, “nós construímos”. Na maior parte das vezes, essas pessoas são apenas meros espectadores.

Ser político deve ser bom demais da conta, senão ninguém iria querer entrar nessa. Nossa dica é ficar de olhos abertos para quem só quer tumultuar e gerar likes e separá-los de quem realmente está interessado em fazer a diferença na nossa cidade. Desconfie de quem bloqueia comentários críticos. Administrar um município é coisa séria e requer trabalho árduo, que muitas vezes não agrada. Quem quer aplausos que vá para um palco de teatro, Prefeitura e Câmara não é lugar de encenação.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados