Onde eu tou? Para onde eu vou?

Publicado em 30/10/2020

     

por Everton Cardoso França

Pensar no avanço da educação por meio das ferramentas digitais já era discutido desde a década de 90, considerando ainda que no início do século XXI já tínhamos este modelo de ensino sendo empregado em algumas regiões brasileiras. Entretanto, interagir educação com tecnologia devemos refletir a primeira premissa que a informação carrega consigo, sendo a premissa da acessibilidade, ou seja, permitir que a educação se estabeleça como meio de apresentar a informação a todas as pessoas.

E, um dos fatores primordiais para o desenvolvimento educativo das pessoas é este, como fazer para que todos tenham acesso ao ensino nos próximos dias, meses e anos? Com tantos conceitos apresentados, como por exemplo, o Ensino Híbrido, Ensino Remoto, Ensino à Distância, Ensino Não Presencial, Ensino On-line, considerados como os novos caminhos que a educação passará que não temos ainda acesso por toda a população.

Afirmando que, sem acesso não haverá conhecimento e sem conhecimento não construiremos cidadãos críticos, com perspectivas, sonhos e capazes de mudar sua vida. Os passos a tomar nesta reestruturação é partir da Acessibilidade de TODOS.

No Rio Grande do Norte, temos municípios que levam a educação aos seus estudantes através do Rádio.

Em Mogi das Cruzes, nós do EducaTon contactamos empresas próximas a regiões rurais potencializando nos valores destas empresas a questão do ensino para a população e o que se tem feito é, estudantes destas regiões rurais caminham até estas empresas e no entorno destas os estudantes encontram banquinhos. Ali elas se sentam e utilizando da rede wifi da empresa, baixam os materiais que os professores as encaminham e retornam para casa onde estudam.

Considerando que, os estudantes nos quais não têm o dispositivo móvel estas empresas têm feito campanhas, no qual seus funcionários que têm em casa celulares inutilizáveis, eles levam até a empresa este celular para que possam dar aos estudantes e assim ser reutilizado. É deste ponto que realmente a mudança começa a acontecer. Portanto, a educação deve ter sua transformação no eixo do Acesso, para daí elevarmos as habilidades dos professores, por meio do Despertar e do Ensinar, e então impactarmos firmemente nossos estudantes e suas famílias.

Everton Cardoso França é diretor e fundador da startup EducaTon (www.soueducaton.com.br)






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados