Bailarino e educador físico: A história de um aluno da UMC que atua nas duas profissões

Publicado em 31/08/2021

     

No dia 1º de setembro é comemorado o Dia do Bailarino e do profissional de Educação Física, uma data muito especial para Erick Pimentel. Ele é professor de dança, bailarino e aluno do curso de Educação Física na UMC. Apaixonado pelo que faz, resolveu unir o melhor das duas profissões para ser um exímio professor e dançarino.

A história de Erick começou ainda na adolescência, quando levava sua irmã para as aulas de street dance, as quais ele também passou a frequentar. Mais tarde a escola implantou o ballet e o jovem se encantou pela modalidade. “Me apaixonei tanto que logo acabei indo buscar um número maior de aulas para poder aumentar meu conhecimento e repertório. Passei inclusive por outras escolas de dança em Mogi das Cruzes”, conta o aluno.

Erick chegou a fazer três semestres de um curso de licenciatura em dança, mas a distância e outros motivos o fizeram trancar e vir para a UMC estudar Educação Física. “Quando comecei a cursar a faculdade, pude ver que as análises e os estudos são completamente voltados para o corpo e suas capacidades, matéria-prima não só da dança, mas também de tudo que é feito através do movimento. Além disso, profissionalmente vi uma imensidão de áreas de atuação e ramos de trabalho se abrirem unindo a educação física e a dança”, conta Erick.

Atualmente Erick atua como professor de dança e bailarino. Ele sabe de sua evolução como profissional graças ao curso de Educação Física. “Graças à educação física sei que existem diversas possibilidades de atuação com funções e importâncias diferentes, mas sem me desvincular daquilo que sempre gostei: do corpo, dos movimentos e acima de tudo da relação e troca de experiências através de vivências edificadoras envolvendo a dança.”, finaliza.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 9850.4458

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados