Maioria da indústria do Alto Tietê não terá recesso

Publicado em 18/12/2019

     

Entre o final de dezembro e início de janeiro de 2020, 29% da indústria regional vai dar férias coletivas ou recesso aos trabalhadores, segundo pesquisa da Diretoria Alto Tietê do CIESP – Centro das Indústrias do Estado de São Paulo. A maioria das empresas – ou seja, 71% - vai manter a rotina de atividades, mostra o levantamento.

Entre as empresas com paralisação programada, as férias coletivas ou recesso serão de 11 dias, no período de 23 de dezembro de 2019 a 2 de janeiro de 2020. Entre as justificativas para a interrupção estão o número reduzido de pedidos, produção adiantada ou mesmo necessidade de manutenção.

Para a maioria das indústrias, no entanto, as linhas de produção vão funcionar em ritmo normal no período entre dezembro e janeiro. Entre as justificativas estão não haver necessidade de parada, o fato de muitos funcionários tirarem férias no período e, alguns casos, o aquecimento nos pedidos.

“Até por conta da diversidade do parque industrial, temos empresas em diferentes cenários de produção no momento, por isso, a decisão de conceder férias coletivas ou não é muito particular de cada uma.  No entanto, o fato da maioria manter as atividades normais, traz a expectativa de um cenário mais promissor para 2020”, diz José Francisco Caseiro, diretor do Ciesp Alto Tietê.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados