Ações das indústrias em meio ao Covid-19

Publicado em 22/05/2020

     

de excepcional gravidade, que envolve diversos âmbitos da vida, como a saúde da coletividade, economia e relações sociais. A pandemia do coronavírus exige dos governos e da sociedade medidas extraordinárias de confinamento social. No setor industrial, entretanto, o sentimento se divide entre a incerteza do futuro, manter as contas em dia e, ao mesmo tempo, realizar ações que promovam a segurança da comunidade e dos seus colaboradores.

A responsabilidade social é uma prática voluntária que pode trazer vários benefícios internos ou externos para as empresas. É uma postura de crescimento sustentável, que tem como pilar a geração de valor para a sociedade, especialmente em momentos delicados, como esses tempos de coronavírus. 

Várias empresas da região têm se mobilizado para realizar doações à comunidade. Uma delas é a NGK, com sede no Cocuera. A empresa, considerada a maior fabricante de velas de ignição do mundo, realizou a doação de 3,6 mil máscaras do tipo N95 para os profissionais da saúde da cidade. O Instituto Júlio Simões também seguiu a mesma linha e doou para a prefeitura 7.690 equipamentos de proteção, entre óculos, aventais, máscaras, toucas e luvas.

A Suzano também se mobilizou para ajudar o setor da saúde. A empresa doou três respiradores não-invasivos para a Prefeitura de Suzano e um para a Prefeitura de Capão Bonito. Em Suzano, os equipamentos estão sendo utilizados no combate ao novo coronavírus (Covid-19) no Hospital de Quarentena, montado na Arena Suzano, e no Pronto-Socorro Municipal, com o objetivo de ampliar o atendimento no local. 

 

Cuidado com os colaboradores

Ao mesmo tempo em que direcionam suas ações para os profissionais da cidade, as indústrias têm se mobilizado para fortalecer os cuidados com os próprios colaboradores. Na JSL, foi implantado o trabalho remoto em grande parte das operações, principalmente nas áreas administrativas e foi criada toda uma infraestrutura para isso, com disponibilização de equipamentos e sistemas necessários. A NGK criou, inclusive, um Protocolo de Conduta Coronavírus-NGK, para desenvolver ações estratégicas de proteção aos cerca de 1350 funcionários.

Outras ações que merecem ressalte são as que são direcionadas a manter a saúde financeira das empresas. Com quase dois meses de quarentena, as indústrias precisam garantir a continuidade dos trabalhos após a pandemia. Na Petrom, as ações são no sentido de honrar os compromissos, preservar os empregos e estar preparados para a retomada. “Acreditamos que não haverá demissões decorrentes da atual conjuntura”, diz o diretor José Roberto Pilon.

Para o secretário de Desenvolvimento de Mogi, Simei Baldani, estas ações demonstram a grande responsabilidade social e comunitária das empresas do setor instaladas em nosso município. “A indústria é um dos principais pilares da economia brasileira e também de Mogi das Cruzes. O setor cria empregos, 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados