Etecs e Fatecs prorrogam inscrição de processos seletivos até sexta-feira

Publicado em 21/07/2020

     

Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais prorrogaram para as 15 horas da próxima sexta-feira (24), os prazos de inscrição para seus respectivos processos seletivos.  Neste segundo semestre de 2020, a seleção de candidatos para as mais de 60 mil vagas, distribuídas em cursos técnicos e superiores tecnológicos gratuitos em todas as regiões do Estado, se dará pela análise do histórico escolar, sem a realização de prova presencial ou online.

No Vestibulinho, que oferece acesso às Etecs, serão avaliadas as notas de Língua Portuguesa e Matemática da primeira série do Ensino Médio ou do primeiro termo do Ensino Médio na modalidade EJA, concluídos até 31 de dezembro de 2019.

O Vestibular das Fatecs também vai avaliar as notas destas mesmas disciplinas, porém da terceira série do Ensino Médio. Candidatos que estão cursando o Ensino Médio por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou modalidade semelhante podem apresentar notas referentes à segunda série, desde que no ato da matrícula comprovem a conclusão do ciclo.

A mudança do critério se fez necessária para atender ao distanciamento social, recomendado pelo Governo do Estado de São Paulo e autoridades sanitárias, visando preservar a saúde dos candidatos, e observando as notas atribuídas aos estudantes antes da pandemia. A previsão é de que todas as atividades comecem de forma remota (online), até que as regras do isolamento social sejam flexibilizadas a ponto de tornar possível o retorno das aulas presenciais.

 

Vestibulinho

O novo prazo para a inscrição no processo seletivo das Etecs, exclusivamente pelo site, vai até as 15 horas do dia 24 de julho. Ao todo, o Vestibulinho para o segundo semestre de 2020 oferece 44.872 vagas para Ensino Técnico (presencial, semipresencial e online) e Especialização Técnica. As vagas são destinadas às Etecs e às classes descentralizadas (unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos, sob a administração de uma Etec) por meio de parcerias com as prefeituras do interior e da Capital (aulas nos CEUs) e com a Secretaria estadual da Educação para oferta do Ensino Técnico em salas de escolas estaduais.

Para se inscrever em um dos cursos técnicos, o candidato precisa ter concluído ou estar cursando a partir do segundo ano do Ensino Médio. Quem já concluiu ou está fazendo a Educação de Jovens e Adultos – EJA ou o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – Encceja deve apresentar uma das seguintes certificações: certificado de conclusão do Ensino Médio, declaração de que está matriculado a partir do segundo semestre da EJA, dois certificados de aprovação em áreas de estudos da EJA, boletim de aprovação do Encceja enviado pelo Ministério da Educação (MEC) ou o certificado de aprovação do Encceja em duas áreas de estudos avaliadas. Quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até a edição de 2016 deve apresentar o certificado ou declaração de conclusão do Ensino Médio, expedido por órgão competente.

Os interessados em concorrer a uma vaga devem preencher a ficha de inscrição eletrônica e imprimir o boleto bancário para pagamento da taxa de R$ 19. O valor deve ser pago até 24 de julho, em dinheiro, em qualquer agência bancária, mediante a apresentação do boleto impresso no momento da inscrição eletrônica, ou pagar, via internet, no banco do candidato ou ainda pela ferramenta Getnet (pagamento com cartão de crédito) disponível no site www.vestibulinhoetec.com.br.

No ato da inscrição para o primeiro módulo do Ensino Técnico, presencial e semipresencial, é possível colocar como segunda opção outro curso ou período desde que oferecido na mesma unidade para a qual o candidato vai se inscrever.

A leitura atenta do Manual do Candidato e o preenchimento da ficha de inscrição eletrônica (ambos disponíveis em vestibulinhoetec.com.br) é de responsabilidade exclusiva do candidato ou de seu representante legal (pai, mãe, curador ou tutor), quando menor de 16 anos.

 

Especialização de nível médio

Do total de vagas oferecidas, 440 são para Especialização Técnica, sendo 140 distribuídas entre cinco cursos presenciais: Desenvolvimento de Aplicativos para Smartphones; Desenvolvimento de Novos Produtos para a Área da Indústria Alimentícia; Gestão de Energia; Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição; e Radiocomunicação. As outras 300 vagas são destinadas ao curso de Gestão em Projetos, na modalidade online.

Para concorrer a uma vaga de Especialização Técnica, além de ter concluído o Ensino Médio, o candidato precisa ter cursado integralmente o Ensino Técnico associado ao curso de especialização, conforme relação disponível na internet.

 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados