Zolky

Publicado em 11/09/2020

     

Jovem lindo, educado e com milhares de seguidores nas redes sociais, Lucca Missiato, 26, o Zolky, bombou nas plataformas de streaming com sucessos como “Se Joga no Mandela” e “Hit da Favela”, o que lhe rendeu o prêmio de Melhor Cantor no DSTAQS 2019. Agora, seu foco está no projeto “Golden Rose”, em homenagem à sua mãe Rosana Rosa, assassinada pelo ex-namorado em 2012, onde reúne diversos artistas para contar esta triste história de “forma positiva”, segundo ele. Mogiano da Vila da Prata, lembra das festas da família na casa da bisavó Júlia, e da forma cheia de pão com leite condensado que a criançada devorava e ele degusta até hoje. Fez técnico em RH na Unip, por um ano estudou Música na Alemanha e, de volta ao Brasil e a Mogi iniciou aulas de canto e violão com a cantora Roberta Coentro.“Na Alemanha, meu professor – coach de famosos – disse que eu tinha cara de artista e me orientou a não ficar preso somente aos estudos e sim a subir nos palcos, cantando”, afirma.

Zolky | Cantor

Seu primeiro emprego foi, aos 14 anos, como estoquista na Oscar Calçados, e dois anos depois saiu para trabalhar em uma empresa de serviços terceirizados que sua mãe havia implantado. Porém, foi por pouco tempo: três meses depois aconteceu a tragédia que a levou. Entrou no mundo da música quando foi promoter em casas noturnas de São Paulo, onde conheceu vários artistas e passou a se dedicar à música, sua paixão desde criança. Atualmente, divide-se entre morar em Goiânia e Mogi. Aqui, mora com o tio, na Vila Oliveira, e os cachorros Harry, Ravena e Simon, que ele adora! Nos tempos livres, gosta de brincar com os pets, escutar música e jogar Fortnite. Na cozinha, jura que se garante  na Macarronada. Como bom ariano, é corajoso, direto e intuitivo, mas confessa que é um pouco difícil de lidar. Pratica musculação e coleciona bonés. “Tenho mais de 40”, diz. Seu estilo é fashion clássico, combinado com óculos de sol. Sua cor é o dourado e perfuma-se com Invictus by Paco Rabanne. Recomenda o livro “Não viva pela metade”, de A.C.Ping, e a série “Desejo Sombrio”, da Netflix. Quando morou na Alemanha, em Rutenberg, se apaixonou pela simplicidade da cidade. No Brasil, adorou conhecer Natal-RN. Seu sonho de consumo é seu projeto profissional: um dia gravar com a divina Beyoncé. O filho da saudosa Rosana e de Marcos Micciato, 52, deve à mãe os princípios de sempre amar e ajudar os outros. Na vida, aprendeu a batalhar para fazer valer a pena. Seu lema de vida resume em uma só palavra: “Esperança”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados