Valéria Custódio

Publicado em 05/09/2020

     

Simpática e de timbre marcante, Audrey Valéria Custódio Silva, 25, é conhecida no meio artístico como Valéria Custódio. Neste sábado, dia 5, ela encerra a turnê virtual Púrpura – Dois, que começou em março, de forma presencial, e foi para as plataformas digitais por causa da pandemia. Até agora, mais de sete mil pessoas já viram esse trabalho da artista, sendo três mil em Biritiba Mirim, no primeiro evento ao vivo, e quatro mil pela internet. Nascida e criada em Mogi, recorda saudosa da liberdade típica da infância passada no Alto do Ipiranga. Estudou Apreciação Musical e Canto Coral na EMESP Tom Jobim e a música sempre esteve presente na sua vida. “Na casa da minha família escutávamos música o dia inteiro, o meu tio Salvador foi um dos grandes incentivadores da minha carreira”, conta.

Valéria Custódio | Cantora

Aos 15 anos trabalhou como auxiliar de transporte escolar. Já estudando Música, deu aulas de violão em uma escola na Capital. Prosseguiu com as aulas particulares quando começou a se apresentar na noite de Mogi. “O Baratotal foi o primeiro lugar onde cantei”, recorda. Em 2017 ela lançou o show Púrpura e, um ano depois, gravou o primeiro EP autoral com o mesmo nome. Ela circulou com o show do EP por diversas cidades da Região do Alto Tietê, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul e também foi integrante do projeto mogiano ¨Grito de Luta¨, que revisita canções do cantor Gonzaguinha. Solteira, mora no Alto do Ipiranga com a mãe e os irmãos Fabrício e Fernanda. Adora aproveitar os momentos em família, tomando uma cerveja em uma roda de conversa. Conta que suas Massas são muito elogiadas. Ariana, se diz perseverante e correta, porém um pouco ansiosa. Apaixonada por natureza, gosta de caminhadas e trilhas. É fã de cinema e guarda itens ligados à Sétima Arte. Seu estilo é básico e gosta do conforto de um macacão. Sua cor é o vermelho e seu perfume da vida é Euphoria, da Calvin Klein. Adorou o livro “Paris é uma festa”, de Ernest Hemingway, e o seu filme favorito é “Grease”, com John Travolta. Apaixonou-se pelo estilo boêmio do Rio de Janeiro durante uma apresentação. “Parecia que tinha música no ar”, relembra. Seu sonho é uma casa na praia de Martins de Sá, em Caraguatatuba, e seu principal projeto é consolidar sua carreira artística. Católica devota de Santa Rita de Cássia e Nossa Senhora da Aparecida, a filha do saudoso Leandro José da Silva e Maria de Lourdes, 62, aprendeu com os pais a respeitar as diferenças. Na vida, valoriza que o importante é fazer o bem. Sua frase: “Mantenha a fé e a cabeça erguida. Prá frente sempre!”






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados