Simei Baldani

Publicado em 28/08/2020

     

Mogiano de “raça e coração”, Simei Baldani, 53, assumiu em abril a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social de Mogi. Em plena pandemia, tomou para si o compromisso de auxiliar os empreendedores da cidade durante o período de isolamento social, com a criação de vários cursos online e o Vetrina, uma plataforma de vendas pelo whatsapp. Para a população, a pasta informatizou o Emprega Mogi, dando a possibilidade de digitalização dos currículos. Nascido em Piraju, no interior de São Paulo, passou a infância em Águas de Santa Bárbara. Sua melhor recordação é o primeiro dia de aula, com a D. Elvira. “Foi uma das emoções mais fortes da minha vida”, confessa. É formado em Direito pela UBC desde 1994, mas a atuação na área pública sempre esteve no seu sangue, já que o pai, avô e irmão foram vereadores.

Simei Baldani | Advogado

Começou a trabalhar aos 12 anos, pela Guarda Mirim. Aos 19, trabalhou na área administrativa do Bradesco. Já em Mogi, trabalhou na coordenação da campanha para deputado estadual de Junji Abe. Atuou por 10 anos como assessor na Assembleia Legislativa e, em 2001, iniciou suas atividades na Prefeitura de Mogi, no primeiro mandato de Junji. Lá permaneceu até 2012, sendo seu último cargo o de Chefe de Gabinete Adjunto, na gestão Bertaiolli. Em 2012, aceitou o convite para prestar assessoria política junto ao Partido Liberal na Assembleia, função que exercia até sua nomeação para a Secretaria. Mora na Vila Suíssa, é casado com a funcionária pública Rosana e pai do Daniel, de 13 anos. Em família, gostam de viajar para a praia e cozinhar juntos. Descendente de italianos, garante que é um cozinheiro de mão cheia e diz que sua Feijoada é muito requisitada.  Capricorniano, é persistente e dedicado, mas confessa que tem dificuldade em esquecer as mágoas. Gosta de jogar vôlei com o filho e se dedica à jardinagem, cuidando das mudas de plantas que ganha dos amigos. Sua cor é o azul, seu estilo é clássico e social, combinado com a leveza das calças jeans. Recomenda o livro “Areia Branca”, do mogiano Luiz Maritan. No cinema, gosta de “O Código Da Vinci”, com Tom Hanks. A melhor viagem que fez foi para Natal-RN. Seu sonho é conhecer a Itália e o principal projeto é escrever um livro. Cristão, o filho caçula dos saudosos Daniel e Paulina Baldani aprendeu com eles a ser humilde e a sempre se dedicar ao trabalho. Na vida, acredita que o importante é acreditar em si mesmo. Sua frase: “Agradecer e semear todos os dias”. 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados