Grazi de Jesus | Atleta

Publicado em 20/08/2021

     

Extremamente determinada, Graziele Jesus de Sousa, 30, orgulhou Mogi das Cruzes e o Brasil ao representar o País nas Olimpíadas de Tóquio na categoria peso mosca, para até 51kg, no boxe feminino. Independentemente de subir ao pódio, ela pode ser considerada uma campeã e já está de olho em outros torneios, como o Mundial Civil e o Mundial Militar, previstos para acontecer nos próximos meses. Mogiana que cresceu no Rodeio, ela recorda de quando ajudava o pai no carrinho de lanche da família. “Eu cuidava da parte da cobrança”, brinca. Grazi, como é carinhosamente chamada, cursou Teologia no Instituto Teológico Shama, mas foi no ringue que encontrou sua grande paixão, por influência do irmão, que praticava o esporte. “Nunca me imaginei fazendo boxe, mas quando fiz a primeira aula, me apaixonei. O boxe me escolheu”, confessa, com orgulho. 

Grazi de Jesus | Atleta

Sempre trabalhou com o pai no trailer de lanches, ajudando nas entregas e no caixa. Quando começou a praticar boxe, decidiu se dedicar ao esporte e rapidamente se destacou, figurando rapidamente entre as melhores do País em sua categoria. Representou a cidade de São José dos Campos-SP por nove anos, onde foi campeã paulista e brasileira ao lado do seu treinador Anderson Firmino, seu principal incentivador. Grazi até hoje mora no Rodeio e, mesmo com tantas viagens por conta das competições, sempre que pode faz questão de estar reunida com a família, para comer churrasco e “jogar conversa fora”. Na cozinha, seu Strogonoff é bastante elogiado, mas ela gosta mesmo é de uma boa Macarronada com Salada de Maionese e Frango Assado. Gosta de manter a boa forma com seus treinos de boxe e é apaixonada por atividades ao ar livre, como acampar, andar de patins e pescar. Seu estilo é casual e adora o conforto da dupla calça jeans e blusinha. Seu livro de cabeceira é a Bíblia Sagrada e recomenda o filme “Até o Último Homem”, disponível na Netflix. Já conheceu mais de 20 países – aliás, coleciona moedas das nações que já visitou – e se encantou com a Itália e com Tóquio, no Japão. Do Brasil, gosta da cidade mineira Capitólio. Seu grande projeto é ganhar uma medalha nas Olimpíadas e fazer faculdade. Cristã evangélica, a filha de Roberto Osório de Sousa, 52, e de Cleonice Carlos de Jesus, 56, aprendeu com os pais a sempre lutar pelos seus sonhos e a ser forte. A vida lhe ensinou que tudo passa muito rápido e que de um momento para o outro podemos virar saudade na vida dos outros. Sua frase é uma adaptação de Salmos 126:5: “Aquele que leva suas sementes com lágrimas, certamente voltará com alegria, com seus frutos”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 9850.4458

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados