Trem até César é inviável, diz CPTM

Publicado em 26/02/2021

     

A extensão da linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) até César de Souza voltou a virar assunto na cidade. Na semana passada, o deputado federal Marco Bertaiolli lançou um abaixo-assinado pedindo a extensão do atendimento até o distrito, bem como a reforma de todas as estações de trem da CPTM em Mogi das Cruzes. “Essa é a hora de cobrarmos agilidade na execução do projeto e a extensão da linha até César de Souza. Mas é preciso que a população mostre sua força para que a CPTM sinta que não podemos esperar mais”, disse o deputado.

Na terça-feira, 23, os vereadores mogianos também aprovaram uma moção pedindo a ampliação da linha até César. Os vereadores do PSD Bi Gêmeos, Edson Santos e Otto Rezende, autores do pedido, afirmaram que as medidas irão fortalecer a atividade comercial e melhorar a qualidade de vida dos moradores do município. O documento apresentado ainda cita o compromisso que o Estado firmou com Mogi das Cruzes para a reforma das estações, compromisso que fez com que o município construísse o Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio. “Essa moção é para dar um peso na Casa e mostrar que Mogi das Cruzes não esqueceu do trato que tínhamos feito. A cidade honrou seu compromisso, então que eles voltem a dar atenção para nós e consigam melhorar todas as estações de trem do município”, pediu o vereador Bi Gêmeos.

No entanto, a CPTM afirma que existe uma inviabilidade técnica para levar a Linha 11-Coral até César de Souza. Em nota encaminhada pela assessoria de imprensa, o órgão reforça que “o trecho em questão é uma faixa de domínio sem eletrificação e designada apenas para o transporte de cargas”.

Sobre as reformas das estações localizadas na cidade, a CPTM reitera que divulgou em janeiro de 2021 o edital de concessão das estações Mogi das Cruzes, Jundiapeba e Estudantes, na Linha 11-Coral. O leilão da concessão das três estações, em lote único, acontecerá no dia 4 de março de 2021 e dará ao vencedor o direito de exploração comercial de áreas, compreendendo a ampliação, construção, administração e manutenção destes locais. “Conforme divulgado anteriormente, a concessão da Estação Braz Cubas não está incluída no edital, mas é possível que os estudos feitos para as outras três estações também sejam utilizados neste novo processo de concessão, cujo edital deve ser publicado ainda no primeiro semestre de 2021”, diz a nota.

 

Investimentos

A companhia aproveitou para reforçar o compromisso com a região, como o fim da baldeação em Guaianases, beneficiando 70 mil passageiros todos os dias, de acordo com o órgão. “Além disso, tem as obras para melhoria dos sistemas de energia – R$ 98 milhões, com previsão de conclusão no primeiro semestre de 2022 e as obras para melhoria dos sistemas de sinalização CBTC - R$ 520 milhões - com previsão de conclusão no final do ano de 2023”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 9850.4458

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados