Programa + Mogi Ecotietê vai sair do papel

Publicado em 26/06/2020

     

O prefeito Marcus Melo esteve em Brasília e acompanhou a aprovação, pelo Senado, da contratação de um financiamento internacional de US$ 69 milhões, pouco mais de R$ 369 milhões, entre Mogi das Cruzes e a Corporação Andina de Fomento (CAF), para a execução das obras do Programa + Mogi Ecotietê. Melo foi recebido pelo chefe de gabinete da presidência do Senado, Paulo Boudens, e demonstrou otimismo com a notícia. O Ecotietê é um conjunto de ações nas áreas de mobilidade urbana, meio ambiente e saneamento com obetivo de modernizar toda a região leste do município, que compreende o distrito de César de Souza. O próximo passo na tramitação do processo é a promulgação do texto pelo Senado.

O Programa + Mogi Ecotietê está dividido em três eixos: socioambiental, saneamento básico e mobilidade e desenvolvimento urbano. O socioambiental prevê a construção de dois novos parques, além da ampliação do Parque Centenário e da recuperação das áreas verdes próximas ao rio Tietê. 

Já o eixo de mobilidade e desenvolvimento urbano inclui a construção da avenida Parque (Corredor Ambiental Ecológico Sustentável - CAES), sistema de vias e intervenção urbanística. Outra ação será a implantação de 30 quilômetros de ciclovias interligando os parques e o Corredor Ambiental Ecológico Sustentável, bem como a construção de uma passarela sobre o Tietê. 

Na área de saneamento básico, o programa + Mogi Ecotietê prevê a ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de César, que passará de 142 para 460 litros por segundo. Também serão implantadas redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto, além do saneamento ambiental do Córrego Lavapés e Córrego dos Corvos.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados