Prefeitura entrega 112 títulos de regularização fundiária

Publicado em 30/06/2020

     

A Prefeitura de Mogi das Cruzes realizou nesta segunda-feira (29/06) dois eventos de entrega de títulos para famílias beneficiadas pelo processo de regularização fundiária, com a participação do prefeito Marcus Melo. São 112 títulos no total. Nos núcleos Travessa Iracema e Vila Cintra, o processo inclui a entrega total de 94 títulos de propriedade -- nesta segunda-feira, ocorreu a entrega simbólica de 10 escrituras. Já em Jundiapeba, quadra 290, o trabalho realizado pela Prefeitura inclui a entrega total de 18 títulos. No evento desta segunda, foi feita a entrega simbólica de cinco escrituras.

O prefeito Marcus Melo fez a entrega pessoalmente, acompanhado pelo vice-prefeito Juliano Abe e pelo chefe de gabinete, Romildo Campello. “A regularização fundiária é um trabalho que garante segurança jurídica para as pessoas, pois, com a escritura nas mãos, todos passam a ter certeza de que não sairão mais de suas casas. Esta alegria fica estampada no rosto dos moradores assim que recebem o documento”, comentou.

Outras áreas da cidade já estão em fase final de regularização. Mais 280 títulos de mais três núcleos serão entregues ainda este ano: Jardim Jussara (19 lotes), Vila Nova União (168 lotes) e Vila Paulista 1 (93 lotes). A regularização fundiária da Vila Nova Cintra e do Jardim Jussara – que será agendada posteriormente – foi realizada com parte dos recursos de uma emenda parlamentar de R$ 278 mil, de autoria do então deputado federal Junji Abe. O repasse, efetivado em duas etapas a partir de 2014, contempla outras localidades, como o Loteamento Jardim das Bandeiras, em Cezar.

Até o final do ano, mais de 700 famílias terão recebido os títulos de propriedade de suas residências. Na Vila Nova União, além dos 168 títulos que serão entregues ainda neste ano, outros 630 serão entregues no ano que vem.

Um dos moradores que receberam a escritura nesta segunda-feira foi Ivalci Barbosa de Oliveira, que mora há 18 anos na Vila Cintra e não escondeu a felicidade com a novidade: “Paguei aluguel durante 12 anos e agora estou muito alegre por poder morar no que é meu. Sou pai de família e preciso dar segurança para os meus filhos”, afirmou, completando em seguida: “Nós compramos a casa somente com contrato, mas agora com a escritura a gente fica mais seguro”.

Elecir Roberto da Cruz vive há 50 anos na Vila Cintra e conta que a escritura coloca fim a uma situação que perdura desde 1971, quando seus pais compraram o imóvel a partir de um loteamento – cuja escritura não foi liberada. “É uma conquista muito importante, porque é um documento que dá segurança. Agora é um titulo de propriedade, uma coisa que fica para os filhos. Não tem mais perigo de o imóvel ser desapropriado”, frisou.

Em Jundiapeba, Antonio Bandeira ficou contente com a notícia: “Faz 30 anos que eu estou esperando a escritura. Ficava pensando, eu comprei de um particular e sempre tinha aquela sisma. Mas graças a Deus agora o documento está na mão”, comentou. 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados