Poá inaugura Sala Lilás para atendimento às mulheres vítimas de violência

Publicado em 22/10/2019

     

Foi inaugurada na manhã desta terça-feira (22/10) a Sala Lilás da Patrulha Maria da Penha, que foi instalada na Secretaria de Segurança (Rua Monteiro Lobato, 170 – Vila Júlia) com todo respaldo e estrutura da Secretaria da Mulher. Para oficializar a entrega estiveram presentes no local o secretário de Governo, Fernando Miranda, a secretária da Mulher, Jeruza Reis e o secretário de Segurança, Carlos Setsuo, a presidente do Conselho da Mulher, Mildima Ferreira Lima, e o comandante da GCM, José Ferreira dos Santos. A atividade integra a programação “Outubro Rosa”.

Desde maio, as mulheres poaenses já recebiam assistência em espaço exclusivo na Delegacia de Polícia Civil, localizada no centro da cidade. A Sala Rosa foi inaugurada após convênio celebrado entre a Prefeitura de Poá e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). E de acordo com a secretária da Mulher, Jeruza Reis, a Sala Lilás é uma grande conquista e chega para complementar o trabalho realizado na Sala Rosa. “Foram muitos esforços empregados até chegarmos a este momento, mas todos válidos, pois é uma vitória das mulheres poaenses que poderão contar com mais este equipamento”.

O secretário de Governo, Fernando Miranda, que representou o prefeito Gian Lopes (está em Brasília-DF), parabenizou todos os profissionais envolvidos para a instalação da Sala Lilás da Patrulha Maria da Penha. “O acolhimento adequado às mulheres que estão passando por momentos difíceis é essencial para que todo o processo seja superado da melhor maneira possível”, declarou.

O secretário de Segurança, Carlos Setsuo, disse ser uma honra muito grande poder dividir esta conquista com a Secretaria da Mulher. “Estamos à disposição com o nosso espaço físico e com o nosso quadro de funcionários que não medem esforços para atender todos com eficiência e com sensibilidade”.

Sala Lilás da Patrulha Maria da Penha

A Sala Lilás garantirá que os Guardas Civis Municipais (GCMs), designados por Portaria, efetivem os trabalhos administrativos necessários, tais como, relatórios e controle de rondas (logística e prevenção) e atendimento aos chamados emergenciais das mulheres vítimas de violência doméstica, com medida protetiva concedida pelo Poder Público.

Conforme explicou o secretário Carlos Setsuo, apesar de quatro guardas serem designados para o trabalho específico da Patrulha Maria da Penha, todos os GCMs estão aptos a atender casos de violência doméstica, já que todos passaram por curso de capacitação desenvolvido pela Secretaria da Mulher.

As mulheres vítimas de violência poderão entrar em contato com a Secretaria de Segurança nos telefones 153 e (11) 4639-9723.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados