Concurso PM-SP: inscrições começam nesta segunda-feira

Publicado em 25/10/2021

     

As inscrições para o concurso da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM-SP) estão abertas para os candidatos que disputam as 2.700 vagas oferecidas pela organização. O edital, publicado na última quinta-feira (21), exige apenas o Ensino Médio completo, sendo vigente para todas as regiões do estado. 

Os concurseiros poderão realizar as inscrições no site da banca organizadora, a Vunesp, até o dia 8 de dezembro. A prova objetiva, primeira etapa do processo seletivo, será realizada dia 06 de fevereiro de 2022. Ela é composta por 60 questões de múltipla escolha, além da redação discursiva, com duração de 5 horas de prova. 

As outras etapas ficam a cargo dos Testes de Aptidão Física, de caráter eliminatório, compostos por testes de corrida, resistência e força, além dos exames de saúde, psicológico, conduta social e de documentos. Segundo Daniel Lustosa, coordenador pedagógico do AlfaCon Concursos, durante esses meses de estudos, a preparação deve ser feita por meio da resolução de exercícios de provas realizadas anteriormente pela Vunesp.

Uma alternativa é estudar por materiais atualizados. Uma estratégia é procurar por cursos preparatórios que oferecem gratuitamente algumas apostilas e até mesmo aulas ao vivo. “Há muito conteúdo sendo transmitido, ao vivo, pela internet por professores ou cursos preparatórios”, afirma. 

Para ele, esse método permite treinar diretamente para a prova ao aplicar todo o repertório adquirido nos estudos. “É uma maneira de transformar as informações obtidas pelos livros e vídeoaulas na internet de maneira passiva para ativa, facilitando a assimilação e memorização dos conteúdos”, explica.

Como será a prova objetiva

A prova objetiva será de múltipla escolha com 60 questões, divididas entre as disciplinas de Língua Portuguesa (20), Matemática (15), Conhecimentos Gerais (15), Informática (05) e Administração Pública (05). Levando em conta a proporção de temas, Lustosa aconselha destinar mais da metade do tempo para as matérias de Língua Portuguesa e Matemática, que correspondem a quase 60% do exame.

“Monte um cronograma de estudos de acordo com as áreas de conhecimento. Se a pessoa trabalha, pense em uma rotina entre duas a três horas de estudo por dia. Leve em consideração a proporção de temas que serão cobrados na prova”, explica.

A ideia é poder estudar cerca de dois ou três assuntos por dia. No começo, estabeleça metas e prazos curtos. Isso vai ajudar a ter a percepção de progresso e a evitar frustrações que podem minar a motivação ao longo do tempo.

 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 9850.4458

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados