Banco Central suspende serviço de pagamentos pelo WhatsApp

Publicado em 24/06/2020

     

Do UOL

 

O BC (Banco Central) e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) decidiram suspender integralmente o funcionamento do serviço de transferências e pagamentos do WhatsApp no Brasil. Em caso de descumprimento, a empresa terá que pagar multa diária de R$ 500 mil. Desde 15 de junho, o aplicativo permitia que as pessoas enviassem dinheiro a conhecidos e pagassem por produtos de empresas sem sair do aplicativo. O Brasil foi o primeiro a receber o novo recurso.

"A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato", informou o BC em nota. O WhatsApp, em nota ao UOL, justificou que a iniciativa é "muito importante durante esse período crítico de pandemia e ajudará na recuperação de pequenos negócios", além de apontar que "objetivo é fornecer pagamentos digitais para todos os usuários do WhatsApp no Brasil, com um modelo aberto e trabalhando com parceiros locais e o Banco Central". 

A criação de novos serviços de pagamentos no Brasil depende de autorização do BC. Para isso, é necessário que uma bandeira de cartão, como Visa e Mastercard, crie o arranjo de pagamentos. Com isso, o BC notificou as duas empresas para que suspendam o uso do WhatsApp para prestação do serviço. Em caso de descumprimento da determinação do BC, as empresas são multadas e é aberto um processo administrativo sancionador.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2020 Copyright - Todos os direitos reservados