Câncer que matou funkeiro Mr. Catra atinge mais os homens

Publicado em 14/09/2018

     

A morte do funkeiro Mr. Catra devido a um câncer no estômago acende um alerta sobre os fatores de risco da doença. Por ano, 21.290 pessoas são diagnosticadas com câncer gástrico, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Os homens são os mais afetados pela condição médica. O cantor entrou para essa estatística no começo do ano passado e, desde então, passava por sessões de quimioterapia e mudou o estilo de vida, deixando de beber e adotando uma dieta mais regrada.

De acordo com o médico oncologista Ricardo Motta, o câncer de estômago atinge mais os homens, pois eles são mais expostos aos fatores de risco. “As mulheres têm os hormônios sexuais femininos, estrógenos e progesterona, que agem como protetores contra o câncer gástrico”.

Os principais fatores de risco são: uma dieta rica em sal e na utilização de conservantes à base de nitratos; ingestão de alimentos em conserva; baixo consumo de frutas, legumes e verduras; dieta pobre em fibras; obesidade; tabagismo; ingestão excessiva de bebidas alcoólicas; infecções recorrentes pela bactéria Helicobacter pylori e também algum procedimento cirúrgico do estômago.

 

Sintomas

Na fase inicial não existem sintomas aparentes. No entanto, com a evolução do problema as pessoas podem se queixar de dor epigástrica, dificuldade de digestão, náuseas e vômitos. “O indivíduo pode ter anemia, perda significativa de peso, vômitos com sangue, cansaço e até perfuração e obstrução do estômago”.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2018 Copyright - Todos os direitos reservados