Vereadora pede instalação de ganchos para bolsa em banheiros comerciais

Publicado em 13/05/2019

     

Começa a tramitar na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes o Projeto de Lei nº 58/19, que obriga a instalação de ganchos tipo cabide ou suportes em todas as instalações sanitárias de estabelecimentos comerciais de Mogi das Cruzes. Se aprovada, a medida também atinge o setor privado, indústrias, locais de cultos religiosos e repartições públicas na cidade.

De iniciativa da vereadora Fernanda Moreno (PV), a medida, além de oferecer maior comodidade a pessoas que usam bolsas, sacolas, mochilas, pastas e afins, contribui para reduzir o risco de contaminação, já que estes acessórios retêm grande número de bactérias e agentes nocivos à saúde.

A necessidade, muitas vezes, de colocar os pertences no chão para utilizar o sanitário, principalmente os públicos, com grande fluxo de pessoas, transforma os acessórios em transmissores de coliformes fecais, entre outros germes. A partir daí, a contaminação torna-se fácil: o acessório infectado passeia por diversos locais, como mesa de trabalho, restaurantes, residências, e por aí vai. Também passam por nossas mãos, em constante contato com rosto, boca, alimentos e outras pessoas.

Além disso, o fato das bolsas ficarem sempre próximas ao corpo humano colabora para a exposição permanente a microorganismos, que podem causar infecções de pele, gastroenterite e até problemas mais graves em pessoas de baixa imunidade. A obrigatoriedade de instalação de ganchos em sanitários de estabelecimentos públicos e privados já é lei na cidade de São Paulo (Lei nº 16.586/16) e em Goiânia (Lei nº 9.964/16). Em Mogi das Cruzes, o projeto ainda passará pela análise das comissões permanentes na Câmara Municipal. 






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2019 Copyright - Todos os direitos reservados