Por mais trabalho para os mogianos

Publicado em 26/04/2019

     

Na próxima quarta-feira, dia 1º de maio, se comemora o Dia do Trabalho. A data é celebrada em vários países do mundo usada para comemorar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história.

Independentemente de questões relacionadas a direitos trabalhistas, que ainda têm um longo caminho a percorrer até que o trabalhador tenha realmente seus direitos cumpridos, o Brasil e até a região do Alto Tietê têm conquistado importantes avanços em termos de criação de vagas de trabalho.

Em Mogi das Cruzes, o Emprega Mogi, programa da Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, intermediou nos primeiros dois meses deste ano 695 contratações. Este número representa o crescimento de 44,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Somente em fevereiro, foram realizadas 405 contratações por meio do programa, sendo 14 jovens pelo programa Jovem Cidadão e quatro pessoas com deficiência. A cidade registrou em 2018, um saldo positivo de 1.861 vagas criadas segundo o Caged do Ministério do Trabalho, um crescimento de 14,8% em relação a 2017, quando foram criadas 1.621 vagas.

Os quatro parques industriais da cidade – Taboão, Cocuera, Brás Cubas e César de Souza – também contribuem em larga escala para o crescimento do número de vagas na cidade. Mas, afinal, dos milhares de postos criados pelas indústrias, quantos são realmente ocupados por mogianos?

Precisamos investir mais nos nossos cidadãos. Se é bom termos várias empresas instaladas na cidade, seria muito melhor se a maioria dos cargos fosse ocupada por mogianos. Chega de mandar a nossa gente para São Paulo, mesmo que, agora sem baldeação, seja menos sofrível. É preciso dar mais qualidade de vida para o nosso povo, que não aguenta mais trabalhar longe de casa.

Mas para que isso aconteça, para que cada vez mais mogianos tenham oportunidade de emprego aqui na nossa cidade, é necessário investimento em transporte público e em infraestruturas de acesso, além de parcerias com as próprias empresas, em termos de incentivo fiscal para a contratação da “prata da casa”. Mogi tem de ser grande também para os mogianos. Porque senão a mão-de-obra da cidade vai trabalhar para outros municípios, comprar por lá e, quem sabe, até se mudar. E isso ninguém quer, não é verdade?






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2019 Copyright - Todos os direitos reservados