Edição 1071

Publicado em 15/02/2019

     

Dança das exonerações

Parece que a confusão com o IPTU deixou o prefeito Marcus Melo bem irritado. O secretário de Finanças, Aurílio Caiado, e a diretora da pasta, Cláudia Câmara, foram demitidos no final da semana passada. Outro que “rodou”, mas, desta vez, sem relação com a confusão com o imposto, foi o diretor de Limpeza Pública, José Roberto Elias Rodrigues. Ele anunciou a exoneração na sua página do Facebook e várias pessoas, inclusive funcionários da Prefeitura, lamentaram a sua saída e enalteceram o seu profissionalismo. 

 

Torta de climão

Na sessão de terça-feira, o vereador Mauro Araújo ficou irritado com a presença de manifestantes na tribuna, que protestavam contra o aumento do IPTU. É que os protestantes xingaram o parlamentar de “trouxa”, em resposta às declarações do próprio emedebista na semana passada, que, durante a sessão, declarou que o aumento do IPTU não tinha nada a ver com a Câmara: “E esses trouxas ficam aqui colocando cartaz e reproduzindo isso”. 

 

Sem unanimidade

Ainda na sessão de terça-feira, um vereador conversava com os jornalistas sobre como avalia a postura do prefeito Marcus Melo. Segundo ele, o chefe do Executivo precisa ouvir um pouco mais e falar a linguagem do povo. “Falta experiência política”, opinou. O parlamentar disse ainda que Melo anda muito chateado com tudo o que está acontecendo. “O problema é que esse IPTU complementar tinha de ter sido cobrado à parte, mas isso não aconteceu”. 

 

Moedas no plenário

A sessão foi suspensa cerca de 15 minutos depois do seu início, devido ao barulho feito pelos manifestantes – o Regimento Interno da Casa não permite manifestação do público. Não satisfeitos, os protestantes jogaram moedas e notas no Plenário. Depois, seguiram com o protesto em frente à Prefeitura. 

 

Pensando em 2020

Apesar de sempre falarem que ainda falta muito para as eleições municipais, muitos políticos da cidade já fazem suas apostas para 2020. Um parlamentar conversou com a coluna e, quando questionado sobre se a força do apoio do deputado federal Bertaiolli poderia decidir o pleito, ele foi firme: “Eu duvido que ele participe tão ativamente como em 2016, acho que ele tem medo de se queimar”. Será?






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2019 Copyright - Todos os direitos reservados