Motociclistas são os que mais morrem no trânsito

Publicado em 03/05/2019

     

De acordo com os dados do mês de março do Infosiga, do Governo do Estado, Mogi das Cruzes registrou duas mortes no trânsito em março, sendo uma em via municipal e outra em via estadual. O número é quase quatro vezes menor que no mesmo mês do ano passado, quando foram registradas sete mortes. No comparativo do primeiro trimestre, no entanto, o número de 2019 está um pouco maior que o de 2018.

Os números referentes a acidentes de trânsito e as ações para diminuir o número de ocorrências em Mogi das Cruzes foram discutidos durante a primeira reunião deste ano do Comitê Municipal de Segurança Viária, na Prefeitura. 

O secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, apresentou o detalhamento das ocorrências registradas neste ano em Mogi das Cruzes. A maioria das mortes são de motociclistas (43,47%), homens (82,61%) e jovens entre 18 e 26 anos (34,78%). Os acidentes com vítimas fatais acontecem principalmente à noite (20,08%) e nos finais de semana (52,17%).

“Com base nestes dados e com o mapa de calor de acidentes, que aponta os lugares em que as mortes ocorrem, são planejadas as ações para prevenção. Isso compreende sinalização, intervenções de engenharia, fiscalização e educação para o trânsito”, explicou.

Um destes trabalhos é o de sinalização que está abrangendo 76 quilômetros de ruas e avenidas, dentro de um convênio com o Detran, por meio do Movimento Paulista de Segurança Viária. As vias que estão recebendo estes serviços foram definidas de acordo com estudos referentes a acidentes com vítimas. Entre as vias beneficiadas estão toda a extensão da Via Perimetral e as avenidas Francisco Rodrigues Filho, Francisco Ferreira Lopes e Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira.






Telefone: 11 4798.8444
Celular: 11 9 3802.6290

© 2019 Copyright - Todos os direitos reservados