Colunas

19 de julho de 2013
 

Nelson Albissú

Idealizador e cheio de planos, como um escritor sabe ser, Nelson Albissú, 64, aceitou um novo desafio, que está além das páginas dos livros que escreve. Neste mês de julho assumiu a chefia da Coordenadoria Municipal do Idoso de Mogi das Cruzes. Com a principal meta de proporcionar uma melhor qualidade de vida para os idosos da cidade, estará coordenando os projetos de moradia, lazer e atividades sociais e culturais. Paulistano, nasceu no bairro do Ipiranga, morou em Santo André e aos 26 anos veio para Mogi. Da sua infância recorda, saudoso, a figura da sua avó, que, patriota, se cobria com a bandeira do Brasil para dormir. “Ela sabia muito sobre as estrelas, as flores e as coisas”, filosofa. Graduado em Administração de Empresas, pela UBC, em 76, quatro anos depois, em Direito na mesma universidade e ainda concluiu Mestrado em Artes Cênicas na USP. Apaixonado pela escrita desde criança, era incentivado pelos professores com os elogios que recebia. Filho de pais analfabetos, demorou para descobrir que poderia escolher a Literatura como profissão. Aliás, foi nas artes que descobriu o seu talento e a sua vocação.

Nelson Albissú | Escritor


Começou a trabalhar muito cedo, desde os nove anos. Até os treze anos, em feira, fábrica de blocos, alfaiataria e uma fábrica de pintura de porcelana. Aí, começou a atuar na área administrativa da empresa Rhodia Química, e em outras indústrias. Aos 26 anos iniciou, em Mogi, na Resana, atual Reichhold, até os 42 anos. Foi professor universitário, em Teatro e História da Arte, e facilitador educacional. Como escritor, publicou 52 livros e encenou 18 peças teatrais pelo Brasil. Durante oito anos, foi diretor da Secretaria de Cultura e agora está a frente da Coordenadoria do Idoso. Albissú é casado com Geny há 46 anos. O casal mora no Alto do Ipiranga, tem cinco filhos, Rosangela, Simone,  Silvio, Marcos Paulo e a caçula Bruna Bianca; e dez netos, Rodrigo, Rafael, Ana Carolina, João Vitor, Laís, Lucas, Bryan, Dryeli, Daniel e Gabriel. Família grande, todos se reúnem em ocasiões especiais. “No Natal, não cabem todos na foto”, brinca. Virgiano, procura ser justo e organizado, como também metódico. Gosta muito de nadar e da sua coleção de chaleiras. “Sou o maior colecionador de chaleira do mundo, tenho cerca de 200”, contabiliza. Seu estilo é esportivo, não dispensa os jeans. Adora ler e indica o livro As Tragédias Gregas, escrita a várias mãos. No cinema, destaca Um Sonho de Liberdade, com Morgan Freeman. Já viajou para vários países, mas adorou especialmente a Turquia. No Brasil, prefere o Rio de Janeiro. Espiritualizado, é também devoto de Nossa Senhora Aparecida e todos os dias conversa com Deus. Primogênito dos três filhos de Lourdes e Casemiro Albissú, já falecidos, aprendeu com os pais a importância da justiça e prudência. E aconselha duas coisas importantes na vida: nunca a usar a palavra “se” e sempre trabalhar com os recursos disponíveis. Sua frase: O tempo passa tão depressa que não sei se sou idoso ou menino, de Nelson Albissú.





 
Veja também
 

 
capa_895.indd

Edição 895

Acompanhe aqui nosso jornal digital, e fique por dentro dos fatos que viraram notícia e marcaram a SEMANA em Mogi das Cruzes e Região
por A Semana
 

 
 
MOLHO PICANTE

Molho Picante – Edição 895

Cunha do Fluminense Tudo culpa da Rita Grande segredo Como vai ficar o trânsito? Sem PT no nome De novo ele
por A Semana
 

 
 
2 (3)

Você sabe usar o sistema público de saúde?

Hoje, o Brasil tem cerca de 200 milhões de habitantes. Desse número, 150 milhões de pessoas dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS). Quem pode acaba optando por um plano de saúde, que, em troca de umas men...
por A Semana
 

 

 
GEDSC DIGITAL CAMERA

Opinião do Leitor – Edição 895 / Já teve alguma dificuldade para marcar consulta médica aqui em Mogi?

Já teve alguma dificuldade para marcar consulta médica aqui em Mogi? José Alves Pinto, 78, advogado, Brás Cubas “Já tive muita dificuldade, principalmente no SUS, porque você liga no médico da família, e nem sempre el...
por A Semana
 

 
 
Juliana Martins: “responder pelos seus atos”

Nas ruas, mogianos são a favor da redução da maioridade penal

A reportagem do jornal A Semana foi às ruas para saber a opinião dos mogianos acerca da Proposta de Emenda à Constituição (PEC).
por A Semana
 

 
 
O advogado José Beraldo defende a resposta efetiva ao crime

De um lado, a punição; do outro, a falência do sistema carcerário

Uma pesquisa do Ibope Inteligência para a TV Globo e O Estado de S. Paulo realizada recentemente mostra que 83% dos brasileiros são favoráveis à diminuição da maioridade penal para 16 anos e apenas 15% são contra.
por A Semana
 

 

 
Deputados aprovaram redução da maioridade penal; medida só afetaria 3,5% dos internos na Fundação Casa

Região tem 249 adolescentes na Fundação Casa

Os centros de Itaquecetuba e Arujá estão na capacidade máxima
por A Semana
 

 
 
Adolescentes cobraram limpeza de terrenos e a instalação do Passe Livre

Jovens pedem melhorias para Jundiapeba

Quatro jovens de Jundiapeba tiveram na manhã de quinta-feira, 2, a oportunidade de conhecer a Câmara de Mogi das Cruzes, bem como de fazer perguntas diretas aos vereadores sobre problemas e demandas.
por A Semana
 

 
 
logo

Mogi Shopping recebe grupos de dança neste fim de semana

A partir desta sexta (3) e até domingo, dia 5, o Mogi Shopping abre espaço para os grupos de dança inscritos no 8º Festival Alto Tietê de Dança, evento tradicional da região que acontece também nos mesmos dias no Cemfor...
por A Semana