Opinião

29 de novembro de 2013
 

Cassações em aberto

 

A partir de agora, o processo de votação de cassações de parlamentares no Congresso Nacional vai ser menos rodeado de segredos. Antes feito sem que os responsáveis por absolver deputados e senadores corruptos pudessem ter seus nomes revelados, agora, este tipo de votações será feito em aberto.
A medida é um importante passo para que as ações feitas em Brasília sejam feitas mais às claras. O caso mais recente do abuso feito às sombras do voto secreto foi o do (ainda) deputado Natan Donadon, que, em junho, foi preso pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. Dois meses depois, na hora de votarem se um detento em regime fechado poderia continuar exercendo seu mandato como representante do povo, 233 colegas votaram a favor da sua permanência.
Desde essa época, a Câmara não voltou a votar processos de cassação. Mas as próximas votações deverão ser as mais importantes dos últimos anos. É porque em breve, o Congresso deverá votar pela cassação ou absolvição dos deputados condenados no processo do mensalão: Valdemar Costa Neto, o Boy, José Genoíno, João Paulo Cunha e Pedro Henry.
Dos quatro, apenas o petista Genoíno já cumpre medida de prisão – provisoriamente, ele está na casa de uma filha em Brasília se recuperando de um mal-estar ocorrido semana passada. No entanto, a previsão é de que Genoíno regresse em breve para cumprir o semiaberto na prisão da Papuda, já que o resultado da Junta Médica revelou que o seu caso não é passível de prisão domiciliar. A decisão sobre se ele tem direito ou não a aposentadoria também não deve ir para a frente: para a Junta, não há motivo para Genoíno se aposentar por invalidez. Com a decisão, o petista condenado a 6 anos e 11 meses de prisão deverá enfrentar processo de cassação do mandato parlamentar.
Agora, quem votar a favor de que deputados condenados permaneçam nas suas cadeiras no Congresso terá seu nome revelado. Isso será importante para fiscalizarmos as decisões dos parlamentares em quem votamos. E, a menos de um ano das próximas eleições, os deputados que tentam a reeleição vão pensar duas vezes antes de encobrir colega corrupto, ou a resposta da população vem através das urnas.





 
Veja também
 

 
Joaquim Custódio está investindo em mobiliário para eventos, como mesas e cadeiras em metal

Cadeiras bonitas e resistentes para seu evento

Com vistas à expansão dos serviços da Serralheria Artística JC, o proprietário Joaquim Custódio uniu sua experiência de 50 anos no ramo metalúrgico com as quase duas décadas de pintura de Antônio Fiorito.
por A Semana
 

 
 
A equipe do Jornal A Semana faz questão de sempre estar presente na Feira de Artes e Artesanato, que homenageou este ano Helenice Massaro Duque, mãe do nosso querido amigo Fernando Massaro. Felicidades!

Chiquérrimo – Edição 864

Toques Chiquérrimos da Semana!
por A Semana
 

 
 
Douglas William, Fernando Stolemberger e Marcos Pudo

Dr. Suplemento quer abrir franquias no Brasil todo

No início deste mês, o publicitário, Douglas William, o administrador, Fernando Stolemberger e o educador físico, Marcos Pudo, abriram a terceira unidade da loja Dr. Suplemento.
por A Semana
 

 

 
Dr. Abdul Hayek, sócio-fundador da Mogi-Mater e Péricles Nauab, superintendente

Mogi-Mater anuncia novas instalações

Há dois anos funcionando exclusivamente como maternidade e realizando cerca de 3 mil partos/ano, a Mogi-Mater (antigo Mogi- D’ór) entrou em uma nova fase de atendimento.
por A Semana
 

 
 
Adauto Vieira de Oliveira e Márcia Motta de Oliveira acreditam no potencial da região e pretendem investir mais por aqui

Suzano ganha loja da rede Kaiu’s Calçados

“Escolhemos Suzano para mais um empreendimento porque estão numa região que tem crescido muito e nossas lojas são populares”
por A Semana
 

 
 
Danilo Prado, da Panificadora Nippon

Nippon posta em encomendas de panetones

Na panificadora, podem-se encontrar os panetones de 100g, 250g e 500g, dentre os tradicionais e os feitos de chocolate.
por A Semana
 

 

 
CQ Sabe - Alemão do time do Basquete Mogi, com Marcio Dahyr e Fabrício Costa Neves

Badalados – Edição 864

"Quem muito se acha um dia se perde"
por A Semana
 

 
 
Feijão e Pertti Vesantera, organizadores do evento

1º Feijão Tennis Day acontecerá dia 29

O tenista mogiano João Olavo Souza (Taesa/Correios/Asics/Wilson), o Feijão, 90º no ranking mundial e o segundo melhor do Brasil, participa de campeonatos por todo o mundo, mas não se esquece de sua cidade natal.
por A Semana
 

 
 
Daniel Sawaya é cantor e compositor

Daniel Sawaya se apresenta no Garagem 141

Desde a infância Daniel é ligado à música e, hoje, têm quase 25 anos de carreira. Ainda novo, apresentava-se em público e já sabia que o palco era seu lugar.
por A Semana