Opinião

29 de novembro de 2013
 

Cassações em aberto

 

A partir de agora, o processo de votação de cassações de parlamentares no Congresso Nacional vai ser menos rodeado de segredos. Antes feito sem que os responsáveis por absolver deputados e senadores corruptos pudessem ter seus nomes revelados, agora, este tipo de votações será feito em aberto.
A medida é um importante passo para que as ações feitas em Brasília sejam feitas mais às claras. O caso mais recente do abuso feito às sombras do voto secreto foi o do (ainda) deputado Natan Donadon, que, em junho, foi preso pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. Dois meses depois, na hora de votarem se um detento em regime fechado poderia continuar exercendo seu mandato como representante do povo, 233 colegas votaram a favor da sua permanência.
Desde essa época, a Câmara não voltou a votar processos de cassação. Mas as próximas votações deverão ser as mais importantes dos últimos anos. É porque em breve, o Congresso deverá votar pela cassação ou absolvição dos deputados condenados no processo do mensalão: Valdemar Costa Neto, o Boy, José Genoíno, João Paulo Cunha e Pedro Henry.
Dos quatro, apenas o petista Genoíno já cumpre medida de prisão – provisoriamente, ele está na casa de uma filha em Brasília se recuperando de um mal-estar ocorrido semana passada. No entanto, a previsão é de que Genoíno regresse em breve para cumprir o semiaberto na prisão da Papuda, já que o resultado da Junta Médica revelou que o seu caso não é passível de prisão domiciliar. A decisão sobre se ele tem direito ou não a aposentadoria também não deve ir para a frente: para a Junta, não há motivo para Genoíno se aposentar por invalidez. Com a decisão, o petista condenado a 6 anos e 11 meses de prisão deverá enfrentar processo de cassação do mandato parlamentar.
Agora, quem votar a favor de que deputados condenados permaneçam nas suas cadeiras no Congresso terá seu nome revelado. Isso será importante para fiscalizarmos as decisões dos parlamentares em quem votamos. E, a menos de um ano das próximas eleições, os deputados que tentam a reeleição vão pensar duas vezes antes de encobrir colega corrupto, ou a resposta da população vem através das urnas.





 
Veja também
 

 
GEDSC DIGITAL CAMERA

Edição 975

A Operação “Carne Fraca” mudou a forma como você passou a comprar carne?
por A Semana
 

 
 
por A Semana
 

 
 
MOLHO PICANTE

Edição 975

por Nabukodonosor Pimenta
por A Semana
 

 

 
Autarquia, que é comandada hoje por Paulo Beono, levou a cidade ao 29º lugar em tratamento e distribuição de água

Semae diminui compra de água da Sabesp

Em 2009, metade da água distribuída era adquirida da Sabesp; hoje, número caiu para 34%
por A Semana
 

 
 
A Exposição Mulheres Brilhantes foi um sucesso. 50 mulheres que fazem a diferença na sociedade foram eleitas pelos internautas. Foi realizado coquetel de Inauguração na sede do Sincomércio. A exposição rola no Arrumando a Casa, até o dia 31 de março.

Edição 975

Confira os eventos desta semana
por A Semana
 

 

 
David Uip visitou o Ambulatório Médico de Especialidades com o secretário Marcello Cusatis, o prefeito Marcus Melo e o vereador Mauro Araújo

Fechamento de PS do Luzia está descartado

Secretário de Estado, David Uip, afirmou: “Não existe esta conversa e este boato acaba aqui”
por A Semana
 

 
 
fabíola e roberto (2)

Página Poá Express comemora três anos

Roberto Borges e a superintendente Fabíola Pupo enaltecem o papel de fortalecimento do comércio regional
por A Semana
 

 
 
José Luis de Freitas e Claudiney Roberto, do Di Luigi Massas: eles relatam aumento do movimento

Comércio com boas expectativas

Aniversário de Poá traz prespectivas boas de negócios
por A Semana